Supremo dos EUA impede Biden de impor política de deportação

61

 

Pedido do democrata foi rejeitado nesta quinta-feira

Pleno.News – 22/07/2022 16h10 | atualizado em 22/07/2022 16h32

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou, nesta quinta-feira (21), o pedido do governo do presidente Joe Biden para impor imediatamente uma política de critérios de deportação de imigrantes diferente da determinada pelo seu antecessor, Donald Trump (2017-2021).

Por cinco votos contra e quatro a favor, a Suprema Corte indeferiu o pedido do governo Biden e, em vez disso, decidiu realizar uma audiência oral sobre a questão em dezembro.

Leia também

1 Biden divulga vídeo e diz que está bem após contrair Covid
2 Joe Biden testa positivo para Covid-19, afirma Casa Branca
3 Rússia afirma ter matado mil militares na Ucrânia em 2 dias
4 Itália: Presidente decide aceitar renúncia do primeiro-ministro
5 EUA: Em nova gafe, Joe Biden afirma estar com câncer

Esta foi a primeira votação na qual participou a magistrada Ketanji Brown Jackson, no momento a única juíza da Suprema Corte nomeada por Biden e que foi confirmada pelo Senado em abril.

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou, nesta quinta-feira (21), o pedido do governo do presidente Joe Biden para impor imediatamente uma política de critérios de deportação de imigrantes diferente da determinada pelo seu antecessor, Donald Trump (2017-2021).

Por cinco votos contra e quatro a favor, a Suprema Corte indeferiu o pedido do governo Biden e, em vez disso, decidiu realizar uma audiência oral sobre a questão em dezembro.

Comentários Facebook