Os erros em “Amor de Mãe” que fizeram a Globo se retratar com advertência

110

 

Fonte:  

Gravados já em tempos de pandemia, os quatro primeiros capítulos de “Amor de Mãe” da Rede Globo, continham alguns erros de informação sobre os riscos de transmissão da Covid-19. Por isso, a emissora decidiu acrescentar uma advertência ao final de cada capítulo alertando sobre eventuais falhas e incentivando a população a tomar todos os cuidados para evitar o avanço da doença.

De acordo com o colunista Maurício Stycer, do UOL, dois erros foram preponderantes na decisão da emissora de se retratar. O primeiro deles foi uma conversa entre os personagens Lígia, interpretada por Malu Galli, e Magno, vivido por Juliano Cazarré, em que se dizia que, por já terem pego Covid-19 poderiam ficar sem máscara em ambiente fechado.

Hoje, já se sabe do risco de reinfecção pela doença e os cientistas ainda não determinaram qual é o período de imunidade de quem já teve a doença. No capítulo desta sexta-feira, a Globo colocou a seguinte advertência ao fim do capítulo:

advertência exibida ao fim do capítulo de

Outro erro foi a máscara utilizada pela enfermeira Betina (Ísis Valverde), a KN95, que não é adequada para uso hospitalar, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Comentários Facebook