Zé não descarta Guerrero e Damião juntos e liga alerta sobre tropeços

418
Zé Ricardo tem o elenco quase todo à disposição para domingo (Foto: Andrey Menezes/Fla TV)Zé Ricardo tem o elenco quase todo à disposição para domingo (Foto: Andrey Menezes/Fla TV)

O Flamengo terá neste domingo, às 16h, contra a Chapecoense, nova oportunidade de se firmar no G-4 do Campeonato Brasileiro. Ao mesmo tempo em que está próximo do líder – tem três pontos a menos do que o Palmeiras -, o Rubro-Negro também está alerta sobre o crescimento de rivais que atualmente estão no meio da tabela. Por isso, Zé Ricardo mostrou a consciência de que evitar tropeços nessa fase da competição é fundamental.

– Nossa distância para o primeiro colocado é
pequena, mas, por exemplo, o Fluminense, que está em oitavo com um jogo a
menos, também ameaça. Se nós bobearmos em duas, três rodadas, eles
encostam. Mas se conseguirmos bons resultados, encostamos ainda mais.

Zé também tocou na possibilidade de escalar Guerrero e Leandro Damião juntos, mas lembrou que a partir de segunda-feira não terá o peruano. Os dois formaram o ataque do Flamengo nos 20 minutos finais da derrota por 1 a 0 para o Sport, na abertura do returno.

– É uma possibilidade, porque temos feito treinos com essa
formação. Não descarto nenhuma possibilidade. São dois grandes jogadores
que vêm para nos fortalecer. Mas vou pensar bem no jogo de domingo, no
adversário que é veloz e faz transições rápidas. Vale lembrar que na
segunda-feira não teremos mais o Vizeu, que vai para a Seleção sub-20, e
o Paolo, que vai se apresentar à seleção do Peru. Então temos que estar
atentos para buscar o time mais forte possível.

Todo o elenco – exceto Ederson – disponível pela primeira vez

Desde que Flamengo se dispôs montar um elenco grande, sabíamos que chegaria o momento em que todos estariam à disposição. Estamos disputando duas competições importantes, e o desgaste é grande. Esperamos chegar longe nas duas, por isso era preciso fazer o elenco rodar. Essa era a ideia desde o início. Agora com todos disponíveis, vamos pensar na Chapecoense.

Considera jogo contra Chape uma disputa direta?

Coloco a Chapecoense na briga porque é uma um time forte e vem em evolução. Em casa tem uma força ainda maior. Poupou jogadores contra o Cuiabá ontem (quinta-feira), então esperamos um jogo difícil. Temos que nos posicionar na partida com a grandeza que ela representa, porque vai o campo vai ser disputado espaço a espaço.

Importância de duas vitórias seguidas no Brasileiro

Vínhamos de seis jogos sem derrotas e perdemos para o Sport no início do returno. Agora tivemos um bom resultado contra o Grêmio, um dos candidatos ao título, e temos esse jogo difícil contra a Chapecoense, mas nosso objetivo é pontuar em todas as partidas. Por isso tivemos o cuidado de nessa sequência de quatro jogos ter a equipe mais saudável e inteira possível. Às vezes as coisas não dão certo, mas temos que seguir com convicção em cima do que foi planejado por direção e comissão técnica. Os atletas estão cientes disso.

Comentários Facebook