Vereador comédia, pau mandado. Processa judicialmente a imprensa por estar sendo rejeitado pela população cuiabana

448

O pior vereador da história política de Cuiabá, de tão cara de pau que é, processa jornal da capital por conta de sua bancarrota moral e profissional

O vereador Toninho de Souza decidiu processar o Grupo Gazeta de Comunicação, após sofrer críticas de alguns apresentadores do rádio e da televisão por causa de sua ferrenha atuação na Câmara Municipal, defendendo o prefeito Emanuel Pinheiro contra todas e qualquer investigação relacionado à atual gestão. Então, ele [Toninho de Souza] teria que processar a maioria da população de Cuiabá que não querem mais vê-lo nem “pintado de ouro”. A postura agressiva e mau educada dele para com o jornalista Arthur Garcia, que o questionou sobre a evolução espantosa de seu patrimônio pessoal, mostra qual é realmente o caráter dessa pessoa.

Segundo o vereador, as críticas que vem sofrendo prejudicam-no eleitoralmente, e que jornalistas estariam lançando ‘difamações e inverdades’ contra sua pessoa. Ele não atentou-se para o ditado que diz: Toda ação, tem uma reação! A reação do povo em rejeita-lo é pura e simplesmente uma resposta do povo cuiabano às canalhices que ele [Toninho de Souza] e o presidente da Câmara e mais 13 vereadores fizeram durante o período de 2016 a 2020. Por exemplo, as três CPI’s contra o prefeito de Cuiabá que foram enterradas, a vergonhosa cassação de mandato parlamentar do vereador Abílio Junior [revertido na justiça] e o arquivamento do Relatório Final do Relator da CPI do Paletó, vereador Felipe Wellaton (PV) que o Juiz da Quarta Vara Especializada da Fazenda Pública mandou votar novamente. 

O vereador Toninho de Souza achou que as atitudes tomadas em conjunto com o presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão e outros treze vereadores que também sofrem com alta taxa de rejeição de eleitores cuiabanos, logo cairiam no esquecimento como era costume do brasileiro até bem pouco tempo? Agora é tarde e a Inês esta morta!!!

Fonte: jornal A Gazeta, Página 10A, Caderno Política-MT, publicado no dia 08 de outubro. 

Comentários Facebook