Um monstro que se dizia “avô” estuprou menino de sete anos

171

MENINO DE 7 ANOS, PRECISA RECONSTRUIR ANÚS, APÓS CONTRAIR HIV, SÍFILIS E CANCRO AO SOFRER ESTUPRO DO “AVÔ”

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) prendeu, na tarde desta segunda-feira (29), um homem de 55 anos, acusado de abuso sexual contra o neto de 7 anos da companheira e também das duas enteadas quando menores.

Francisco Raimundo Holanda, 55 anos, foi preso no bairro Tijucal, em #Cuiabá, em cumprimento de mandado de prisão temporária (30 dias). Ao ser notificado da prisão, o suspeito resistiu à prisão, tentando fugir da viatura policial, tendo sido necessário uso de força moderada para sua contenção.

A denúncia chegou a conhecimento da Polícia Civil, em junho deste ano, por meio da mãe da criança, que comunicou suspeita de estupro, após o filho se queixar de dor anal, e ser levado atendimento médico, onde foi orientada a procurar a Delegacia para requisição de exame de corpo delito na criança.

O exame confirmou o abuso sexual, além de doença venérea contraída. O menino também passou pela equipe psicossocial da Delegacia, que atestou em laudo a violência sexual sofrida pelo menor.

As duas filhas da companheira do suspeito, uma de 30 anos, mãe do menino de 7, e outra de 41 anos, registraram boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher narrando assédio sexual praticado contra o padrasto, quando elas eram menores de idade, entre 9 e 10 anos. Uma delas contou que ambas eram sondadas por ele quando iam tomar banho e dormiam de calças compridas, pois várias vezes acordaram com ele apalpando parte de seus corpos.

A duas mulheres ainda narraram eram xingadas pelo suspeito e ameaçadas de agressão física. Essa denúncia também foi realizada em junho, logo após a denúncia na Deddica, e teve procedimento policial instaurado.

O homem foi preso e deve passar por audiência de custódia.

Fonte: O Bom da Notícia

Comentários Facebook