Ultimo suspeito envolvido na morte do sargento da PM é preso em Cáceres

26

O último homem investigado pela Polícia Civil e apontado como executor do homicídio que vitimou, por engano, um sargento da Polícia Militar, ocorrido em um estabelecimento comercial em Cáceres (225 km oeste de Cuiabá), foi preso nesta quinta-feira (21.07).

O suspeito, de 22 anos, teve o mandado de prisão preventiva decretado pelo juízo da Comarca local, após investigação da 1ª Delegacia de Cáceres para apuração do crime. O procurado foi localizado pela Polícia Militar em uma praça no bairro Dner.

Em cumprimento da ordem judicial, o jovem foi conduzido e apresentado à Polícia Civil, onde foi interrogado pelo delegado Marlon Nogueira, e confessou a autoria dos disparos que mataram o policial militar.

O preso relatou que o alvo seria outro cidadão. Porém, ao chegar ao local, visualizou uma pessoa no balcão do bar, que não reconheceu como sendo o alvo. Avisou o comparsa, que mesmo assim o obrigou a atirar no sargento.

Segundo apuração, o crime foi motivado por dívida de drogas. Depois de ser ouvido nos autos, o suspeito teve a prisão cumprida e foi colocado à disposição da Justiça.

O inquérito instaurado será concluído e encaminhado ao Poder Judiciário e Ministério Público Estadual, com indiciamento dos envolvidos por homicídio qualificado, por motivo fútil.

O homicídio

O crime ocorreu no dia 02 de março, em um bar no bairro Jardim Aeroporto, em Cáceres. Abel Cebalho de Souza, 46 anos, era militar e estava trabalhando no caixa do estabelecimento comercial, quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A vítima não resistiu e morreu no local.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook