SUSPEITO DE ABUSO SEXUAL: PADRASTO É PRESO

39

Mulher desaparecida é encontrada morta em rio e polícia prende padrasto suspeito do crime

Corpo de Jucineia Gonçalves de Matos, 42, foi encontrado boiando no Rio Santana, no município de Nortelândia (253 km ao Médio-Norte de Cuiabá), após a família ter registrado o seu desaparecimento. Ela era portadora de deficiência mental e a última vez que foi vista perto de uma escola, sendo chamada pelo padrasto, que está preso suspeito de ter cometido o crime. Polícia investiga ainda se mulher era vítima de abusos sexuais do suspeito.

De acordo com as informações, o desaparecimento de Jucineia, conhecida como Branca, foi registrado na segunda-feira (22). Apesar disso, a família informou que ela não foi mais vista desde o domingo (21). Ela saiu de casa, sem o celular, por volta das 18h e não teria retornado até a manhã de segunda.

Já no período noturno, o irmão da vítima retornou à delegacia após conseguir imagens das câmeras de segurança do Colégio Olegário Moreira de Barros, que flagram o momento em que o padrasto dela, de 45 anos, fazia gestos, a chamando. Ele saiu na frente e ela logo atrás.

Diante dos fatos, os policiais foram até a residência do suspeito, que foi levado para a delegacia para prestar depoimento. Ele disse que conversou com Branca, mas que em seguida, cada um tomou rumos diferentes. Apesar disso, ele continuou detido.

Corpo no rio

Nas primeiras horas da manhã de terça-feira (23), Polícia Militar encontrou o corpo de uma mulher preso na vegetação do Rio Santana, que fica nos fundos de uma igreja católica da cidade.

Familiares de Branca estiveram no local e a reconheceram. Local foi isolado, Perícia Técnica e Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para a ocorrência.

Há a suspeita de que Branca era vítima de abusos sexuais cometidos pelo padrasto. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Nova Mutum.

Fonte: GD

Comentários Facebook