STJD intima Ana Cláudia Lemos para audiência nesta sexta, em São Paulo

549
Flagrada no exame antidoping em março, durante testes fora do período de competição, velocista tem seu futuro indefinido e precisará se defender

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva intimou nesta segunda-feira a velocista brasileira Ana Cláudia Lemos. A atleta foi convocada para participar da audiência que acontece nesta sexta-feira, dia 15, às 17h30, em São Paulo, para se defender do resultado adverso em seus exames de controle antidoping. No mês de março, Ana Cláudia foi flagrada com a substância proibida Oxandrolona em testes fora de competição. Desde então, está preventivamente suspensa e não participou do Mundial Indoor, no mesmo mês, em Portland, nos Estados Unidos.

A Oxandrolona tem ação anabolizante. Após a divulgação do resultado do teste em 8 de março, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) demorou, mas tomou a decisão de suspendê-la desde 29 de março. Ao saber o resultado negativo, Ana Cláudia solicitou a abertura de uma amostra B do seu exame no dia 9 de março. A abertura do frasco aconteceu no dia 24 no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), no Rio, quando foi confirmada a presença da Oxandrolona no organismo da corredora.  O processo foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Atletismo para as providências cabíveis, uma vez que o Tribunal Único para julgamento de processos de dopagem encontra-se em fase de instalação.

Ana Cláudia Lemos é dona do recorde brasileiro dos 200m (22s48, que também é recorde sul-americano). Ela optou por não participar de nenhuma competição indoor neste primeiro semestre. Mesmo com índice, preferiu não competir no Mundial Indoor, que aconteceu de 16 a 21 de março, em Portland. A previsão era que ela começasse a competir em pista aberta em abril.

edital stjd ana cláudia lemos julgamento (Foto: Reprodução)

 

 

Comentários Facebook