São Paulo perde para o Ituano fora de casa e Dorival Júnior balança no cargo

20
Após ajudar o São Paulo a fugir do rebaixamento, Dorival Júnior pode perder o cargo
Rubens Chiri/SPFC

Após ajudar o São Paulo a fugir do rebaixamento, Dorival Júnior pode perder o cargo

O São Paulo segue irregular no início da temporada. O Tricolor perdeu para o Ituano por 2×1, em Itu, na noite desta quarta-feira (21) em jogo atrasado pelo sétima rodada do Campeonato Paulista   e agravou a situação do treinador Dorival Júnior, que já vinha sendo criticado pela torcida pelo desempenho ruim em clássicos. Os gols do Ituano foram marcados por Ronaldo e Alison. Cueva descontou para o Tricolor. Apesar do gol e de grande atuação, o peruano perdeu um pênalti no último minuto, desperdiçando a chance de empate

Leia também: Palmeiras escolhe Puma como fornecedora esportiva para 2019, diz site

Apesar do resultado negativo, o São Paulo segue na liderança do Grupo B do Paulistão , com 10 pontos. A Ponte Preta é a segunda colocada com a mesma pontuação. Já o Ituano foi à vice-liderança do Grupo A, com 11 pontos conquistados.

O jogo

Pressionado após perder o clássico para o Santos, o São Paulo se mostrava nervoso e desconfortável no início da partida. Jogando fora de casa, o Tricolor tinha dificuldades na troca de passes no campo de ataque. Bem armado na defesa, o time do Ituano apostava em uma chance para contra atacar.

Apesar de dominar a partida, o São Paulo passou os primeiros 20 minutos do jogo sem assustar o adversário. O Ituano, por sua vez, teve sua oportunidade aos 23 e não desperdiçou: Após roubada de bola no meio de campo, Guilherme enfiou bola para Ronaldo, que apareceu sozinho na frente de Sidão após falha de posicionamento da defesa do Tricolor. O atacante tocou na saída do goleiro e abriu o placar para o time da casa.

Leia também: Conheça Filó, o primeiro brasileiro a vencer uma Copa do Mundo

O gol do adversário acordou a equipe de Dorival Júnior, que passou a agredir com mais contundência. Aos 32, Jucilei chutou de fora de área após sobra de bola e Wagner fez boa defesa. Cinco minutos depois, Nenê tentou surpreender o goleiro ao bater falta da ponta direita direto para o gol, mas a defesa da equipe de Itu afastou o perigo.

No final da primeira etapa, mais duas chances claras para o Tricolor. Primeiro, Cueva arrancou pelo meio, driblou o marcador com facilidade, invadiu a área, mas acabou finalizando mal e mandou a bola à esquerda do gol adversário. Dois minutos depois, o peruano recebeu outra bola pelo meio e conseguiu linda enfiada de bola para Diego Souza, que tocou por cobertura e balançou as redes. No entanto, o camisa 9 foi flagrado em posição de impedimento e a arbritagem anulou o lance.

Na segunda etapa, Dorival Júnior promoveu as entradas do meia Valdívia e do atacante Tréllez, doid dos reforços do São Paulo para a temporada 2018. Saíram Nenê e Diego Souza, também contratados para esta temporada. 

Logo aos seis minutos, o Tricolor conseguiu o empate após bom passe de Valdívia para Reinaldo. O lateral cruzou para a área do Ituano e a defesa afastou mal. Cueva, melhor jogador da equipe na partida, pegou a sobra na marca do pênalti e bateu mascado para vencer Wagner e igualar o placar.

Empolgado após o gol, o time da capital aumentou o ritmo e assustou logo aos oito minutos. Cueva deu lindo drible no marcador, invadiu a área e tocou de calcanhar para Marcos Guilherme. O meia finalizou com força, mas Wagner espalmou.

Apesar da melhora no campo de ataque, a defesa do São Paulo ainda demonstrava fragilidade. Após contra ataque, Guilherme ficou com a sobra de bola sozinho na entrada da área e bateu com muito perigo à direita do gol de Sidão. Aos 16, Marcelinho pegou outra sobra pelo lado direito e cruzou na área. Após nova pane da defesa são paulina, o zagueiro Alison apareceu na entrada da pequena área e testou firme para desempatar a partida.

O gol adversário novamente não abalou o time do São Paulo, que seguia pressionando. O Ituano, no entanto, se mostrava mais maduro na segunda etapa e passou a segurar mais a bola no campo de ataque e a marcar a saída de bola dos visitantes. Um chute de fora da área e Reinaldo e uma falta mal batida por Shaylon, que entrou na vaga de Jucilei, foram as principais chances do Tricolor até os 40 da segunda etapa.

Nos últimos minutos, o ímpeto ofensivo virou desespero e o time de Dorival Júnior apostou nas bolas alçadas para a grande área. O Ituano conseguia afastar as bolas com tranquilidade, mas, no último minuto, o juíz marcou pênalti de Igor Vinícius em cima de Tréllez em disputa de bola aérea. Cueva foi para a bola e bateu com firmeza no canto direito, mas o goleiro Wagner voou e consegiu espalmar a bola para sacramentar a vitória da equipe de Itu.

Na próxima rodada, o São Paulo pega a Ferroviária no Morumbi para tentar a reabilitação após duas derrotas consecutivas. Embalado, o Ituano recebe o Red Bull Brasil.

Comentários Facebook