Saiba por que sistemas de GPS de todo o mundo podem parar no dia 6 de abril

56

GPS
shutterstock

Sistemas de GPS de todo o mundo passarão por uma atualização no sábado (6) e podem parar de funcionar

Sistemas de GPS mais antigos de todo o mundo poderão apresentar falhas neste sábado (6), indicando a localização errada ou simplesmente parando de funcionar. Para os especialistas, o problema está sendo comparado ao “bug do milênio”, que ameaçou os sistemas de tecnologia na virada para o ano 2000.

Leia também: Dados de 540 milhões de usuários do Facebook são expostos sem proteção

Os sistemas de GPS afetados serão os mais antigos, como de navegação em navios, carros e aviões, além de redes de computadores, servidores, instalações elétricas, sites e outros equipamentos que dependem de satélites GPS para ajustar relógios.

O “bug do milênio” nos sistemas de GPS


GPS
shutterstock

A falha nos sistemas de GPS é uma consequência da forma que o dispositivo conta o tempo, que será reformulada

A falha é consequência de uma atualização no sistema. Os dispositivos mais antigos farão uma transição na forma usada para medir o tempo. Herdado da década de 1970, esses sistemas usam uma medição que atinge um limite de semanas que pode contar. Quando o limite chega, há uma falha no funcionamento do GPS.

O problema aconteceu pela primeira vez em 21 de agosto de 1999, quando os GPS atingiram o tempo máximo de semanas e passaram a contar o tempo do zero novamente. No entanto, como naquela época as pessoas eram bem menos dependentes da tecnologia , não foi um problema tão grande como ameaça ser o próximo bug.

Leia também: Novidade no WhatsApp: agora você escolhe quem pode te colocar em grupos

“Os efeitos devem ser maiores hoje, porque muito mais sistemas integraram o GPS em suas operações”, explica Bill Malik, vice-presidente da Trend Micro e especialista em segurança da informação, em entrevista ao site “Tom’s Guide” .

“Portos carregam de descarregam contêineres automaticamente usando GPS para guiar as gruas. Sistemas de segurança pública incorporaram o GPS, assim como sistemas de monitoramento do tráfego. Qualquer impacto agora será substancialmente maior”, completa.

Em abril de 2018, o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos divulgou uma nota alertando organizações federais, estaduais, locais e do setor privado sobre o possível “ bug do milênio ” e informando para checarem com fabricantes de seus equipamentos a necessidade de atualização.

Leia também: 4 atitudes que você deve evitar para não ter a conta no WhatsApp invadida

Se você usa o seu smartphone para se localizar, não é preciso se preocupar. Os sistemas de GPS mais recentes, como o Waze, não serão afetados, pois são mais modernos contam o tempo de outra forma e, por isso, não passarão pela reformulação.

Comentários Facebook