Polícia Civil recupera valores subtraídos de mais duas vítimas de golpes por meio eletrônico

24

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), em atendimento de mais duas ocorrências de golpe cometidos pela internet recuperou valor total de R$ 5,2 mil subtraídos de duas vítimas, na segunda-feira (06.06).

A primeira vítima de 45 anos procurou a Delegacia de Apiacás (1.010 km ao norte de Cuiabá), informando que ao realizou uma transferência via PIX, e após concluir, percebeu que havia enviado o valor para conta bancária de uma terceira pessoa.

Diante dos fatos a DRCI foi acionada pelos policiais civis de Apiacás para dar apoio nas diligências, conseguindo preservar o valor total de R$ 2 mil através de bloqueio bancário.

No segundo caso, a vítima de 58 anos registrou o boletim de ocorrência na Delegacia de Poconé, após cair no golpe do perfil do WhatsApp. A comunicante relatou que entraram em contato com ela através do número de um celular, com a foto de perfil de sua filha.

Se passando pela filha, o suspeito pediu o valor de R$ 3,2 mil e a vítima efetuou a transferência bancária via TED. Certo tempo depois, o golpista entrou em contato novamente pedindo mais dinheiro. Só então ela percebeu que havia sido vítima de estelionato.

Comunicada acerca dos fatos, a DRCI conseguiu recuperar o valor subtraído da vítima. As investigações continuam para identificar o autor do crime cibernético.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook