Polícia Civil prende suspeitos de matar mulher em Pontes e Lacerda

49

Assessoria | PJC-MT

Assim que comunicada do crime, às 09H00 da manhã, a Polícia Civil empreendeu diversas diligências ininterruptas objetivando capturar os autores que foram identificados na manhã de sábado como sendo um adolescente de 16 anos e Robson Barbosa Freitas, 26, conhecido como “Edu”. Um célere trabalho investigativo, a Polícia Judiciária Civil de Pontes e Lacerda  (448 km a Oeste) identificou e prendeu os dois suspeitos de envolvimento na morte de uma mulher encontrada morta na manhã de sábado (30.06), em um beco do município.

O maior de idade foi preso e o menor apreendido por policiais civis já na fronteira com a Bolívia. Com os detidos foi recuperada uma motocicleta Honda Biz, roubada dias atrás em Pontes e Lacerda.

O corpo da vítima R.A.C, 33, foi encontrado próximo ao cemitério, no Bairro Jardim Morada da Serra.

Restou apurado, conforme explicou o delegado Carlos Augusto Bock, se tratar de “execução”. A vítima era dependente química. As mãos foram encontradas amarradas e com corte profundo na região do pescoço.

A ação de captura dos suspeitos foi realizada pela Delegacia de Pontes e Lacerda foi realizada por equipe de investigadores formada por Gildo, Altair e Vanice, coordenada pelo delegado Carlos Augusto do Prado Bock.

Por volta de 12h30, a Polícia Civil apurou que há pouco tempo os suspeitos tinham saído da cidade sentido estrada da Guaíra. “Prontamente nos deslocamos Essa direção, seguimos por aproximadamente 100 km e conseguimos interceptá-los já bem próximo da divisa com a Bolívia. O menor pilotava uma motocicleta Honda Fan e Robson pilotava uma Honda BIZ, cor preta”, explica o delegado.

O delegado destacou o empenho e comprometimento da Polícia Civil na pronta resposta de elucidação do crime de homicídio com a prisão e apreensão dos autores.As placas das motocicletas haviam sido retiradas dos veículos. Em checagem na delegacia foi constatado que a Honda Biz era proveniente de roubo em Pontes e Lacerda no dia 21 de junho.

Comentários Facebook