Polícia Civil prende suspeito com drogas que seriam vendidas em Querência

51

Assessoria/PJC-MT

Um jovem transportando cerca de 200 gramas de cocaína dentro de um ônibus, na rodovia BR 158, foi preso na tarde de quinta-feira (08.11). A ação foi deflagrada pela Polícia Judiciária Civil do município de Água Boa (730 km a Leste de Cuiabá) para averiguar uma denúncia.

L.E.N.V., 18 anos, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi surpreendido pelos policias civis no interior do veículo que fazia o trajeto Água Boa-Querência, e trafegava pela rodovia, na zona rural do município de Nova Nazaré.

A detenção ocorreu após a polícia receber denúncia sobre uma pessoa que tinha embarcado na rodoviária de Água Boa transportando porções de substância análoga a cocaína, que seriam vendidas na região de Querência.

Com base nas informações, os investigadores iniciaram diligências para apurar os fatos, quando nas proximidades da localidade chamada “Cachorro Sentado” foi avistado um ônibus de uma empresa de transporte com as mesmas características indicadas na denúncia.

A equipe parou o ônibus e identificou entre os passageiros o jovem L.E.N.V. de 18 anos, que informou aos policiais que não teria nenhuma bagagem, porém, depois de fazer checagem nas malas, foi encontrada uma mochila contendo duas porções grandes de cocaína.

Diante do flagrante, L.E.N.V assumiu ser o responsável pela mochila e que a droga seria comercializada em Querência. Em seguida, o mesmo foi levado para Delegacia de Água Boa, onde foi interrogado pelo delegado Gutemberg de Lucena Almeida.

Após depoimento, o rapaz autuado pelo crime de tráfico de drogas. Sendo posteriormente encaminhado para Penitenciária Estadual Major Zuzi, ficando à disposição da Justiça.

Conforme o delegado Gutemberg de Lucena Almeida, a equipe da Polícia Civil vem se dedicando à enérgica repressão ao tráfico de drogas na cidade, intensificando abordagens e prisões. “O resultado tem sido o expressivo número de drogas apreendidas nos últimos meses. As investigações continuam com objetivo de identificar e prender outros envolvidos no crime”, destacou o delegado.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook