Polícia Civil cumpre prisão de segundo envolvido em latrocínio em Cocalinho

35

Um crime de latrocínio ocorrido na terça-feira (24) no município de Cocalinho (923 km a leste de Cuiabá) foi esclarecido em ação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar (de MT e GO) com a prisão dos dois envolvidos no crime.

O primeiro suspeito foi preso em flagrante com pertences da vítima em ação conjunta da Polícia Militar de Goiás e de Mato Grosso, realizada na quarta-feira (25). O segundo envolvido teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, na manhã desta quinta-feira (26.05).

A vítima, Rildo Luiz Freire, de 48 anos, teve o corpo localizado em um lago de uma fazenda, na zona rural de Cocalinho. Segundo informações, a vítima chamou os suspeitos para trabalhar com eles em uma construção residencial, em uma fazenda em Cocalinho.

Durante os trabalhos, os envolvidos tiveram um desentendimento, ocasião em que os suspeitos agrediram a vítima com pauladas na cabeça até a morte. Após matarem a vítima, os suspeitos arremessaram o corpo, amarrado com um saco cheio de pedras em um lago próximo a obra, na tentativa de ocultar o cadáver.

Os suspeitos subtraíram os bens da vítima, tendo as diligências iniciado após um deles ser visto em posse do veículo, celular e documentos da vítima. O suspeito foi abordado pela equipe da Polícia Militar de Goiás, e questionado confessou a prática do crime junto a seu comparsa e disse que mostraria o lugar específico onde ocultaram o corpo da vítima.

As buscas no lago iniciaram ainda pela madrugada, porém, pela pouca luminosidade, não foi possível localizar o corpo, que foi localizado somente ao amanhecer. A equipe da Polícia Civil foi acionada e diligenciou junto a Polícia Militar até uma fazenda em Cocalinho para tentar localizar o segundo envolvido no crime, porém sem êxito.

O primeiro suspeito detido foi encaminhado para a Delegacia de Cocalinho, onde foi autuado em flagrante por latrocínio, pelo delegado Valmon Pereira da Silva, que representou pela prisão preventiva dele e de seu comparsa (que foi identificado, mas continuava foragido).

Na audiência de custódia, foi expedida a prisão preventiva contra os dois autores do crime. A equipe de investigadores da Delegacia de Cocalinho conseguiu localizar o segundo suspeito na quarta-feira (25), na zona rural do município, ocasião em que já foi preso em razão do mandado de prisão preventiva.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook