Organização fará ações para pagar Pamela Anderson como jurada do Miss Bumbum

8

O Miss Bumbum 2018 está com intuito de envolver celebridades internacionais no concurso, e Pamela Anderson foi a escolhida para prestigiar o evento, mas o cachê da modelo é caro, e para isso as candidatas vão precisar arrecadar muito dinheiro.

Leia também: “Copa do Mundo das bundas”: Miss Bumbum é destaque no TMZ


Cachê milionário de Pâmela Anderson é o desafio para o Miss Bumbum
Reprodução/ Instagram

Cachê milionário de Pâmela Anderson é o desafio para o Miss Bumbum

Para ter a loira entre os jurados que vão decidir o derrière mais bonito do Brasil, na final o Miss Bumbum 2018, o concurso fará ações para arrecadar cerca de US$ 10 mil para pagar o cachê de Pamela. Vale ressaltar que a final acontecerá no dia 05 de novembro.

Leia também: Só orientais! “Miss Bumbum” tem segunda edição no Japão

Durante o período de 06 de agosto até 30 de outubro, o concurso contará com a colaboração do público para trazer a celebridade ao júri. Atividades como vaquinha online , leilões virtuais de revistas icônicas e até mesmo lavagem de carros com as candidatas da edição atual, estão sendo planejadas para a arrecadação de fundos.

Miss Bumbum e polêmica com investimento público


Candidatas do Miss Bumbum em protesto pela  legalização do aborto no Brasil
Patrick Brito | CO Assessoria

Candidatas do Miss Bumbum em protesto pela legalização do aborto no Brasil

O polêmico concurso está chegando ao seu final este ano. A sua última edição, por sua vez, não estaria longe de controversas. Para celebrar os oitos anos de eleição do bumbum mais lindo do país, a produção resolveu fazer um documentário sobre o assunto – com dinheiro público.

Segundo o Daily Mail , para que o programa de televisão sobre a competição acontecesse, a Agência Nacional de Cinema (Ancine) desbancou cerca de R$ 250 mil por meio de lei de incentivo ao audiovisual. Entretanto, a medida gerou diversas críticas e muitos acusaram os políticos de “estupidez estonteante” ao direcionar os fundos para esses fins diante do cenário econômico e político do país.

Leia também: Miss Bumbum é destaque internacional com polêmica em torno de documentário

A obra está sendo realizado pelo canal E! e terá 13 episódios com gravações iniciadas a partir da grande final do concurso, em novembro. As câmeras seguirão o fundador Cacau Oliver enquanto ele agencia a vencedora do Miss Bumbum e outras mulheres com as suas novas carreiras de embaixadoras do bumbum pelo Brasil ao redor do mundo.

Comentários Facebook