Oficial de Justiça visita o Santos e formaliza penhora da Vila Belmiro por dívida com Pelé

729

Um oficial de Justiça visitou o Santos e formalizou a penhora da Vila Belmiro devido a uma dívida de R$ 2,1 milhões com Pelé, segundo apuração do ESPN.com.br.

O oficial visitou o clube, vistoriou a Vila Belmiro e assinou documento que foi anexado nesta semana em ação que corre na 16ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo.

A Justiça já havia sido avisada da penhora no fim do ano passado, mas só agora o documento foi colocado no processo. 

O Santos abriu embargos à execução aberta por Pelé, mas viu a juíza Claudia Longobardi não suspender a execução devido à ausência de garantia do juízo.

Em resposta, o Santos anexou ao processo uma petição em que diz que o juízo foi garantido quando o oficial de Justiça visitou o clube, avaliando se o estádio poderia ser penhorado.

No documento, o oficial menciona que o complexo esportivo vale R$ 111,779 milhões e dá detalhes sobre a construção.

Anteriormente, Pelé havia solicitado ao Poder Judiciário o bloqueio dos direitos televisivos do Santos no novo contrato firmado com o Esporte Interativo, mas ainda não teve resposta.

O ex-camisa 10 cobra do clube alvinegro a quantia por parcelas não pagas de contrato vitalício com o Santos.

Quem move a ação em nome de Pelé é a empresa Sport 10 Licenciamento do Brasil, que possui direito de explorar a imagem do Rei do Futebol.

Ainda existe outro processo movido por Pelé contra o Santos – também em nome da Sport 10 – de quase R$ 500 mil pelo mesmo motivo.

A empresa fica nos Estados Unidos, acerta os compromissos sociais e comerciais do ex-atleta mundo agora e também quem explora os direitos da marca Pelé.

A Sport 10 diz que tentou conversar com o Santos para o pagamento da dívida, mas não conseguiu chegar a um acordo.

O clube alvinegro decide o Campeonato Paulista neste domingo, contra o Audax, na mesma Vila Belmiro, a partir das 16h.

FOTO: FERNANDO DANTAS/GAZETAPRESS
Comentários Facebook