O jornalista Rodivaldo Ribeiro, morre após parada cardíaca

54

Rodivaldo Ribeiro, jornalista e escritor – e, inequivocamente, uma das cabeças mais geniais do jornalismo mato-grossense, morreu nesta na manhã desta quinta-feira (30), em sua casa em Cuiabá, vítima de uma parada cardíaca. 

Editor do site Ruído Manifesto, Rodivaldo estava atualmente trabalhando site Diário de Cuiabá e até junho foi um dos editores do site Folhamax. Contudo, já trabalhou em vários veículos de comunicação em Mato Grosso, dentre eles na Folha do Estado, na época ainda um jornal impresso, como um de seus editores.

Escritor ‘de mão cheia’, Rodivaldo teve a sua primeira obra, o livro de ficção ‘Essa Armadilha, O corpo’, lançada pela Portuguesa Chiado Editora, e distribuído além do Brasil, ainda na Europa, Angola, Cabo Verde e Moçambique. Sendo o único livro de um mato-grossense lançado na Bienal Internacional de São Paulo, e um dos 291 do Brasil inteiro, em 2018. Sua morte chocou toda a categoria no Estado.

Não foi informado onde Rodivaldo será velado.

Comentários Facebook