O jeitinho Brasileiro: As coisas quando não terminam em pizza, terminam em safadeza

446

Diretoria do Mixto quer esconder sua incompetência no meio das mortes por coronavírus, cancelando o Estadual 2020

CUIABÁ/MT – A Federação Mato-grossense de Futebol vem insistindo na possibilidade de retomar o andamento do Estadual/2020, porém, essa possibilidade parece tornar-se cada vez mais remota. A competição foi paralisada em 15 de março, logo após a definição dos oito classificados para as quartas de final: Cuiabá, Operário-VG, União, Dom Bosco, Nova Mutum, Sinop, Poconé e Luverdense.

O Luverdense Esporte Clube, escapou de mais um rebaixamento, de uma série que começou com o rebaixamento da Série B para a Série C em 2017 e de lá para cá o Verdão do Norte vem caindo numa velocidade vertiginosa, escapando do rebaixamento no Campeonato Mato-grossense de 2020, na última rodada quando venceu e rebaixou o Mixto. O time cuiabano foi vexatoriamente rebaixado junto com o Araguaia da cidade de Barra do Garças.

Mas como é comum ao brasileiro, que quer dar o famoso “Jeitinho Brasileiro” em tudo e em todas as situações adversas, a direção do Mixto quer esconder sua incompetência no meio dos cadáveres da pandemia do coronavírus. Querem a qualquer custo, suspender a atual edição do certame mato-grossense.

Mixto perde para o Luverdense e é rebaixado no Estadual 2020_Foto Federação Mato-grossense de Futebol.

Ora, por causa da incompetência de um, prejudica-se a maioria? O trabalho e dedicação dos oito classificados não serviu para nada? Ah, mas temos que acompanhar o calendário do futebol nacional! O calendário do futebol nacional está na mesma situação que o mato-grossense. Ah, mas o calendário brasileiro tem que acompanhar o calendário europeu. O calendário europeu também está comprometido. Aliás, o mundo todo está sofrendo com a pandemia do coronavírus.

O prosseguimento do campeonato estadual pode muito bem esperar o término da pandemia, seja o tempo que for. Pois, primeiro: tudo já está comprometido no mundo todo. As aulas, o trabalho, o cotidiano… O histórico do futebol brasileiro mostra vários campeonatos que começaram em um ano e terminaram no outro. O de 1974, terminou em fevereiro de 1975 e ode 1975 terminou em janeiro de 1976. Sem contar, que vários Campeonatos Brasileiro terminaram no ano seguinte.

O que não se pode é premiar a INCOMPETÊNCIA. Se não tem capacidade para gerenciar um time profissional, num campeonato profissional, tire uns anos de licença e vá aprender com os organizadores de campeonatos de futebol amador. No bairro Dom Aquino existem os dois melhores de Cuiabá, que são comandados por Hélio Luiz e Jamil Nascimento no Ralinha, na Avenida Carmindo de Campos na Várzea Ana Poupino ou Marcioney na L.I.C.B, disputado no mini estádio Benedicto Peixoto de Sá Barreto, no Jardim Paulista.

Comentários Facebook