O INEVITÁVEL FIM DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO SE APROXIMA RAPIDAMENTE

69

Acostumada a ditar normas de comportamentos à sociedade brasileira, eleger e impedir eleição de candidatos à presidência do Brasil, a Rede Esgoto de Pornografia encontrou no Presidente Jair Bolsonaro um inimigo à altura

CUIABÁ – Aliada aos governos de plantão desde a sua fundação, as Organizações Globo cresceram e se multiplicaram de uma maneira e velocidade espantosas, principalmente na época dos governos militares, quando era uma espécie de Diário Oficial do Governo mamou nas tetas de todos os governos até nas eleições de 2018 se deparar com o deputado federal Jair Bolsonaro candidato à presidente do país.

Com as experiencias anteriores de ter impedido por duas vezes que Lula, Marina Silva e Aécio Neves fossem eleitos presidentes do Brasil, desdenhou do candidato Jair Bolsonaro a quem achava que poderia tranquilamente evitar sua tentativa de eleger-se. Pensou: Esse deputado está na Câmara Federal a 30 anos e nunca fez nada o povo não votará nele. Ledo engano. Mesmo com escassos recursos, sem praticamente fazer campanha de rua e principalmente sem ir a debates, onde a Rede Esgoto de Pornografia costuma manipular e influenciar a decisão de eleitores viu o candidato esnobado, eleger-se Presidente do Brasil usando principalmente as redes sociais, onde os tentáculos da Rede Esgoto de Pornografia ainda não chegam com tanta força.

Já durante a campanha presidencial o candidato Jair Bolsonaro avisou que cortaria as milionárias verbas de publicidade, mola propulsora da máquina global, que por esse motivo passou a atacar covardemente o candidato e mesmo com todo seu poderio midiático sofreu uma vergonhosa derrota, com o candidato inimigo sendo eleito com os votos de mais de 68 milhões de brasileiros. Os mesmos que irão ajudar o país a se livrar da influencia nefasta dessa máquina de pornografia.

A situação da Rede Esgoto de Pornografia é critica. Está ameaçada de perder sua concessão e está sofrendo uma debandada de jornalistas e apresentadores. Está reduzindo salários, principalmente das estrelas, como William Bonner. E ainda terá muito em breve a concorrência da CNN rede norte-americana que em breve lançara a CNN Brasil e está tirando da Rede Esgoto de Pornografia seus melhores quadros.

Somente no mês de setembro já perdeu: André Luiz Azevedo, que já contava com 36 anos de casa; Marcos Uchôa, outro também com muitos anos de casa; Mauro Naves, demitido por envolvimento no caso Neymar X Nájila; Tino Marcos, também demitido pelo mesmo motivo; Mari Palma e Phelipe Siani; Mauro Canuto, que se aposentou após 21 anos trabalhando na Rede Esgoto de Pornografia, Milena Machado que já estava a oito anos na casa e por último, Mona Lisa Perrone que irá para o canal CNN Brasil.

Abaixo, a integra de reportagem do Estadão sobre a atual situação da Rede Globo de Televisão:

Jornalistas demitidos da Globo: lista imensa chama a atenção dos internautas

Veja a lista de jornalistas que não fazem mais parte da emissora

Por Adriele Silva – 16/04/2019

A situação não está nada fácil para os profissionais da comunicação da Rede Globo! Do início de 2018 até agora, aproximadamente 14 jornalistas tiveram que lidar com a demissão.  O corte de funcionários ficou ainda mais intenso no segundo semestre do ano passado, quando Izabella Camargo foi dispensada logo depois de voltar de licença. Quer saber quais são os outros jornalistas demitidos da Globo? Continue lendo:

Confiram a lista dos jornalistas demitidos da Globo desde 2018:

  1. Carla Vilhena: Em janeiro de 2018, a jornalista anunciou sua saída da emissora e sua entrada no universo dos blogs: “aproveito para compartilhar com vocês o amor que sempre me ligou à Globo, emissora onde entrei há 34 anos e que me ensinou a fazer televisão”, escreveu.
  2. Tonico Ferreira: Com quase 40 anos  na Globo, Tonico Ferreira se despediu dos colegas de trabalho em abril do ano passado. Mesmo tendo mais dois anos de contrato, o jornalista escolheu deixar o trabalho para se dedicar as viagens, aos estudos e a leitura.
  1. Abel Neto: No mês de abril de 2018, o jornalista esportivo anunciou sua entrada no Fox Sports e sua saída na emissora carioca.  Abel trabalhou na Globo por mais de 20 anos.
  1. Denise Barbosa: Com o objetivo de trabalhar em uma corretora de valores em São Paulo, a repórter pediu demissão da Globo News em junho do ano passado.
  1. Andrei Kampf: O repórter especial se comoveu ao se despedir da emissora em maio: “Foram 25 anos segurando a mesma canopla. Em todos os dias desses anos, sempre fui guiado por uma dupla poderosa: ética e paixão”, desabafou nas redes sociais.
  1. Millena Machado: Substituindo a jornalista Silvia Garcia no programa “Auto Esporte”, Millena também fez parte do grupo de comunicadores dispensados pela emissora.
  1. Izabella Camargo: Após ser diagnosticada com Síndrome de Burnout, a jornalista pegou licença e se afastou da emissora para tratar o problema. Em novembro,  Izabella voltou ao Jornal Nacional mas foi avisada pela direção do programa sobre sua demissão.
  1. Alexandre Garcia: Substituído na bancada do Jornal Nacional pelo apresentador Dony de Nuccio, o veterano da Globo deixou um legado de mais de 30 anos na emissora. “Nesses 31 anos de aprendizado, agradeço o companheirismo, o carinho, a confiança, o respeito, que recebi de todos na Globo”, escreveu em suas redes sociais.
  1. Sergio Aguiar: Em janeiro de 2019 foi a vez do apresentador do programa “Em Pauta”, da Globo News, dizer adeus. O jornalista trabalhou 22 anos na Globo.
  1. André Azevedo: De olho na bancada de um telejornal da Rede Record, o jornalista global se despediu dos amigos durante o plantão do Carnaval 2019. ” Eu quero experimentar. Testar. Tentar. Viver”, escreveu.
  1. Fernando Rocha: Famoso pelos memes viralizados  nas redes sociais, o apresentador do “Bem Estar” se despediu da emissora em fevereiro deste ano, quando não teve o contrato renovado. “Fui pego de supetão. A decisão de mudar o programa foi do Mariano [Boni, diretor de conteúdo de Variedades] , ele reformulou esse grupo e me comunicou que eu iria deixar e me deixou a vontade pra procurar outros projetos dentro e fora da Globo. Não tive tempo de me despedir”, lamentou.
  1. Mariana Ferrão: A colega de trabalho de Fernando Rocha também deixou o programa dias depois. Michele Loreto entrou no lugar da apresentadora.
  1. Cris Dias: Conhecida no mundo do esporte, a jornalista não teve o contrato renovado e sairá da emissora no mês de junho. Cris trabalhou na Globo por 13 anos.

 

Comentários Facebook