"Ninguém é bobo, não vai ser fácil subir", diz C. Oliveira sobre acesso

493
claudinei oliveira avaí (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC)Claudinei Oliveira pede tranquilidade no começo de trabalho (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC)

Claudinei Oliveira exibiu consciência em seu discurso na sua
apresentação do Avaí. A luta do Leão, neste momento de Série B, é para
recuperar uma boa posição e, depois, pensar em subir para o alto. O trabalho
será o foco do treinador na busca pelas vitórias, que está motivado para o
desafio que tem nas mãos. 

“Ninguém é bobo, não vai ser fácil subir”. Aos 46 anos,
Claudinei Oliveira encara o Leão como uma oportunidade e quer trabalhar com
tranquilidade para poder buscar os objetivos. O acesso não foi descartado, mas
ele pediu cautela. 

– É possível (o acesso). Sou bem realista com a situação. A
equipe precisa se consolidar com o grupo de cima primeiro. Até porque ninguém é
bobo. Não posso dizer que vai ser fácil subir. Tenho que trabalhar com a equipe
e tentar levar ao mais longe que puder. Tem equipes ali na frente com uma
gordura muito boa. Estou aqui para ganhar todos os jogos. Vamos buscar. Depende
da estratégia, mas a gente quer sempre ganhar – disse.

Claudinei entende que o grupo do Avaí tem qualidade, e que pretende utilizar os
jogadores da base, antes de buscar reforços.

– Todo clube da grandeza do Avaí tem que estar aberto a
negócios. Se tiver jogadores interessantes no mercado, do que vêm para agregar.
Acredito que é um bom elenco, alguns jogadores eu conheço. Tem que valorizar
quem está aqui no Avaí e procurar tirar o máximo desses jogadores. E trabalhar
também com jogadores da base, gosto de trabalhar com a base – falou.

O primeiro desafio de Claudinei será na próxima terça-feira,
na Ressacada, diante do Luverdense, às 19h15. 

Confira mais notícias do esporte de catarinense no GloboEsporte.com/sc

Comentários Facebook