MPF processa Mantega e Foster por prejuízos à Petrobrás

11

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF-RJ) entrou, nesta quarta-feira (6), com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, e a ex-presidente da Petrobrás, Graça Foster, pela política de preços de combustíveis da petroleira enquanto eles eram integrantes do Conselho de Administração da empresa. Outros cinco ex-conselheiros também foram processados.

De acordo com o MPF, o Conselho decidiu não subir com preços de gasolina e diesel, em 2013 e 2014, em detrimento do interesse da própria companhia. O motivo seria favorecer a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014.


*essa matéria será atualizada em instantes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here