Moisés liga o alerta após vitórias dos rivais: "Dobra a responsabilidade"

577

Bastou um empate contra o
Bragantino, resultado considerado até bom no Vila Nova por ter sido um jogo
fora de casa, e alguns adversários da parte de baixo da tabela da Série B já se
aproximaram do Tigrão, como o Avaí e o rival Goiás. Ambos agora têm 26 pontos,
a mesma pontuação do Vila, e perdem nos critérios de desempate.

Oeste e Paraná também estão com
26 pontos, e o Luverdense, primeiro time fora do Z-4, tem um a menos. Assim
como o Vila Nova, que recebe o Náutico, estes três times ainda atuarão pela 21ª
rodada da Série B. Para o atacante Moisés, o duelo contra o Timbu já seria uma “decisão”,
mas os resultados do meio de semana aumentam a responsabilidade.

Moisés - Vila Nova (Foto: Comunicação / Vila Nova)Moisés liga o alerta após vitórias dos concorrentes (Foto: Comunicação / Vila Nova)

– De qualquer forma já seria uma
partida decisiva, pois vamos jogar em casa. A responsabilidade é nossa,
estaremos diante do nosso torcedor. Claro que a gente acompanha o pessoal da
parte de baixo. Alguns times chegaram e têm a mesma pontuação. Então dobra a
responsabilidade ? diz Moisés.

Dois dos três jogos da última
terça-feira, que abriram a rodada, envolveram equipes goianas. Tanto o
Atlético-GO, na parte de cima da tabela, quanto o Goiás, que estava perto da
zona de rebaixamento, venceram suas partidas. Mas, para o atacante Moisés, não são os resultados dos concorrentes locais que aumentam a pressão no Vila Nova, e sim os objetivos do clube.

– Eu acho que não muda, não me
pressiona. Defendo uma camisa, que é a do Vila Nova, e não me preocupo com o
lado de lá. Claro que o Atlético-GO está de parabéns pela campanha que está
fazendo. Mas quanto ao Goiás, não me preocupo. Se ganhou ou perdeu, é problema
deles. Estou preocupado com o Vila Nova.

> Confira a tabela e a classificação da Série B do Brasileiro
> Sem diminuir a “pegada”, Bolt espera receber menos cartões

Comentários Facebook