Maicon pede mais caráter, vontade e entrega para São Paulo sair da crise

605
Maicon São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)Na coletiva desta sexta, Maicon cobrou mais caráter dos jogadores do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)

Maicon foi o escolhido para falar com os jornalistas nesta sexta-feira, em meio à crise do São Paulo, 11º colocado do Brasileirão e derrotado pelo Juventude (2 a 1) no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O zagueiro disse que problemas internos foram resolvidos na reunião entre elenco e diretoria, na última quinta-feira, no CT da Barra Funda.

? As coisas internas já foram resolvidas entre diretoria e jogadores. Temos condições de mudar essa situação. Temos um plantel forte, demonstramos na Libertadores, no início do Brasileiro e até certo ponto no Paulista. Sempre mostramos poder de superação. As coisas internas foram resolvidas entre jogadores, diretoria e presidente. Cabe a nós dar a volta por cima ? disse o zagueiro são-paulino, sem dar detalhes da conversa. 

LEIA MAIS: Saiba o que Ricardo Gomes precisa fazer dentro e fora de campo 

? Roupa suja se resolve em casa, são coisas internas. Os jogadores sabem o que fazer em campo, a diretoria sabe o que fazer, eu sei o que posso dar a mais para o São Paulo amanhã. Falta a gente se entregar um pouco mais pelo clube. Se não for na técnica, vai na raça. Chegou o momento de se entregar mais ? acrescentou. 

Se não for na técnica, vai na raça. Chegou o momento de se entregar mais
Maicon, zagueiro do São Paulo

O defensor repetiu algumas vezes que o São Paulo não pode estar na situação atual e ressaltou que o clube nunca foi rebaixado. O time está quatro pontos acima do Vitória, primeira equipe dentro do Z-4 do Brasileirão. 

? No São Paulo sempre tem pressão, você já entra para vencer todas as competições. O momento é muito delicado, a bola não entra, você fica exposto, mas os jogadores têm que estar tranquilos, cientes, porque isso vai passar. Vamos dar uma resposta no domingo e começará uma nova era. O São Paulo vai dar a volta por cima ? projetou o defensor. 

São Paulo conversa com Inter e tenta o empréstimo do atacante Marquinhos

Maicon aproveitou para enfatizar que a diretoria vem dando todo apoio necessário aos jogadores. De acordo com ele, as mudanças no futebol nos últimos meses, com a janela de transferências e a saída de Edgardo Bauza, não servem como desculpa. 

Maicon São Paulo (Foto: Ana Luiza Rosa/saopaulofc.net)Zagueiro falou sobre a conversa entre jogadores e comissão técnica na última quinta (Foto: Ana Luiza Rosa/saopaulofc.net)

? Quando você tem um treinador que faz um planejamento com a diretoria e com a equipe, dois ou três jogadores importantes saem, chega um treinador interino, depois o Ricardo, isso desestabiliza um pouco, mas nada justifica o momento que o São Paulo está passando. É um time bom que não pode estar nessa situação ? explicou.

Ao negar qualquer problema de relacionamento, o zagueiro elogiou à qualidade do elenco, relembrando que esse mesmo time chegou à semifinal da Libertadores.

? Se o problema fosse relacionamento seria mais fácil de lidar. A diretoria chegava e podaria quem não está se dando bem. Seria mais fácil de eliminar. Não é esse o problema. Temos que corrigir os erros ? falou. 

Comentários Facebook