Luto no futebol amador. Faleceu Claudio Kiésqui!!!

122

 

Aquele que mais contribuiu com o desenvolvimento do futebol amador em Cuiabá e no Vale do Rio Cuiabá nos últimos 50 anos, perdeu a guerra contra covid-19

CUIABÁ/MT – O  futebol amador no Estado de Mato Grosso, perdeu na noite de quarta-feira (8), sua maior referencia. Claudio Kiésqui, que encontrava-se a alguns dias internado, na quarta-feira (8), foi intubado e, nesse mesmo dia a situação agravou-se e por volta de 22h veio a falecer, aos 80 anos, em virtude de covid-19.

Aposentado já faz algum tempo [Kiésqui, foi secretário Municipal de Esportes], residia no bairro Vila Pirinéu, em Várzea Grande/MT. Era pai de Claudézio, Thiego Poli e Claudemir  [falecido, faz alguns anos]. Claudio Kiésqui notabilizou-se por ser a principal referencia no futebol amador do Vale do Rio Cuiabá [A Capital foi fundada em um vale. Cuiabá não tem mar, portanto, não deve ser chamada de “baixada”], entre os anos de 1970 e 2016.

Kiésqui foi fundador de vários times, várias ligas e de departamento de árbitros de futebol amador [Departamento de Árbitros do Programa Amadorismo no Ar/DAPAR]. Foi criador, coordenador e apresentador de programas de futebol amador no rádio como o Amadorismo no Ar, que ficou no ar entre 1974 e 2016 e em 2017, migrou para as mídias sociais, onde atualmente opera como o site www.amadorismonoar.com.br, tornando-se o mais longevo dos programas de rádio na história do rádio em Cuiabá [que teve uma rápida passagem pela TV],  e o Bate Bola Amador, que também ficou vários anos no ar.

Nas redes sociais, a notícia do falecimento de Claudio Kiésqui, causou grande repercussão e comoção, especialmente, no seguimento do futebol amador de Cuiabá. VÁ EM PAZ MESTRE CLAUDIO KIÉSQUI, O FUTEBOL AMADOR DO VALE DO RIO CUAIBÁ, PERDE UM DE SEUS PRINCIPAIS BALUARTES.

Comentários Facebook