Liverpool vence Bayern e avança; Barcelona goleia Lyon e também vai às quartas

9

Os dois últimos classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões foram definidos nesta quarta-feira. Na Allianz Arena, em Munique, o Liverpool se impôs e venceu o Bayern de Munique por 3 a 1 (0 a 0 na ida) para avançar. Já no Camp Nou, o Barcelona goleou o Lyon por 5 a 1 (0 a 0 na ida) e também se garantiu entre os oito melhores da Europa.

Leia também: Horas antes de jogo da Champions, torcedores do Lyon enfrentam polícia catalã


Mané dribla Neuer e bate por cima para fazer gol para o Liverpool diante do Bayern pelas oitavas da Liga dos Campeões
Reprodução/Twitter/LFC

Mané dribla Neuer e bate por cima para fazer gol para o Liverpool diante do Bayern pelas oitavas da Liga dos Campeões

Na Alemanha, Mané foi o grande destaque ao marcar dois gols para o Liverpool – teve ainda um de Van Dijk – e outro contra de Matip, que chegou a dar esperanças para o Bayern. Em Barcelona, Messi duas vezes, Dembélé, Piqué e Coutinho garantiram o clube blaugrana nas quartas da Liga dos Campeões . Tousart descontou para o Lyon.

Desta forma, Liverpool e Barcelona se juntam a outras seis equipes que já estavam classificadas, que são: Ajax, Juventus, Manchester City, Manchester United, Porto e Tottenham. Os confrontos serão definidos por sorteio, que acontecerá nesta sexta-feira (15).

Como foi a classificação do Liverpool


Van Dijk fez o segundo do Liverpool diante do Bayern pelas oitavas da Liga dos Campeões
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague

Van Dijk fez o segundo do Liverpool diante do Bayern pelas oitavas da Liga dos Campeões

A partida na Allianz Arena começou muito estudada e com o Bayern controlando a bola, mas sem assustar o gol de Alisson. Somente aos 24 minutos o Liverpool chegou e foi com muito perigo, quando Roberto Firmino recebeu na entrada da área e chutou muito forte, mas para fora.

A chance pareceu ter acordado o time inglês, pois um minuto depois Van Dijk lançou Sadio Mané, que conseguiu dominar e girar pra cima de Neuer e dar uma cavadinha para tirar dos zagueiros que corriam e mandar para o fundo do gol, colocando os Reds na frente.

Outra boa chance foi aos 34 minutos e novamente dos ingleses. Robertson fez boa jogada e tabelou com Sané, batendo muito forte e de primeira para grande defesa de Neuer. E quem não faz, toma, já diria o poeta.

Aos 38 minutos, o Bayern cobrou falta rápida em direção a Gnabry. Ele avançou em velocidade para dentro da área e cruzou. Antes que a bola chegasse em Lewandowski, o zagueiro Matip tentou cortar e acabou fazendo contra, deixando tudo igual. Foi a última grande chance do primeiro tempo.

Logo aos quatro da segunda etapa Salah puxou contra-ataque e arriscou de fora da área. Apesar do chute muito forte, Neuer conseguiu defender e mandar para o lado. Com 14 jogados, Gnabry arrancou pela direita e cruzou. Lewandowski se esticou, mas não alcançou e a bola passou por toda a área, assustando Alisson.

O Liverpool continuou melhor na partida e aos 23 minutos, após cobrança de escanteio de Milner, Van Dijk subiu no terceiro andar, ganhou de Hummels e cabeceou no canto direito de Neuer para colocar o Liverpool novamente à frente do placar.

Mesmo já com o placar suficiente para se classificar, os Reds continuaram em cima para tentar ampliar, enquanto o Bayern de Munique que precisava da virada, não conseguia ficar com a bola. Aos 30, quase Salah guardou o dele após driblar Rafinha e o deixar no chão, mas Süle deu um toque antes que ele pudesse finalizar.

Com 35, Alaba perdeu boa chance no ataque do Bayern e o Liverpool saiu em velocidade. A bola ficou com Roberto Firmino, que trouxe para o meio e bateu muito forte, mas Neuer defendeu no meio do gol. Renato Sanches, aos 37, finalizou de fora da área em uma das poucas tentativas do seu time no segundo tempo, mas mandou direto para fora.

Mas aos 38 minutos, o Liverpool, melhor em todo o segundo tempo, sacramentou sua classificação às quartas. Origi deu passe para Salah na direita, que cruzou de trivela em direção a Sadio Mané. O senegalês se esticou e, nas costas da defesa, desviou de cabeça para fazer o terceiro dos ingleses.

Daí pra frente, o Bayern sequer criou alguma chance concreta para descontar e tentar um possível milagre e aos 48 minutos o árbitro encerrou o confronto.

Leia também: Uefa abre investigação disciplinar contra Neymar após críticas a arbitragem

Como foi a classificação do Barcelona às quartas da Liga dos Campeões


Messi e Coutinho se abraçam após gol do brasileiro, o primeiro em mata-mata da Liga dos Campeões
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague

Messi e Coutinho se abraçam após gol do brasileiro, o primeiro em mata-mata da Liga dos Campeões

Em casa, o Barcelona foi pra cima e criou ótimas chances até Messi abrir o placar aos 17 minutos de cavadinha em pênalti sofrido por Suárez. O Lyon quase empatou aos 19, mas aos 28 quem quase ampliou foi o Barça, em ótimo chute de Suárez após lançamento de Messi.

Com 31 minutos jogados, Arthur deu bom passe para Suárez, que driblou dois defensores e rolou para o meio, onde estava Philippe Coutinho, que só teve o trabalho de empurrar para ampliar o placar. Suárez, aos 36 minutos e Messi, aos 39, ainda tiveram novas chances para aumentar o marcador, mas desperdiçaram.

Messi voltou para o segundo tempo com tudo e logo no primeiro minuto, após passe de Arthur, deu uma cavadinha e só não fez o seu segundo do Barcelona porque Marçal conseguiu salvar praticamente em cima da linha. Aos 11 minutos, o Lyon teve duas chances. Em uma delas a bola foi direto para fora e na outra Ter Stegen mandou para escanteio.

Dois minutos depois, após cobrança de escanteio, Busquets afastou mal e a bola sobrou para Tousart, que matou no peito e finalizou para diminuir o confronto no Camp Nou. Depois de fazer o primeiro, o Lyon foi pra cima, mas com Coutinho foi o Barça que quase fez o terceiro.


Lionel Messi fez mais um gol pelo Barcelona na Liga dos Campeões
Reprodução/Twitter/Barcelona

Lionel Messi fez mais um gol pelo Barcelona na Liga dos Campeões

A tentativa de reação do Lyon acabou aos 33 minutos, quando Lionel Messi recebeu na intermediária, avançou, limpou dois marcadores e bateu de perna direita para ampliar e deixar o Barcelona muito mais próximo das quartas.

Acontece que aos 36 minutos, Messi puxou contra-ataque, invadiu a área e encontrou o zagueiro Piqué sozinho, que recebeu e só empurrou e fez o quarto para selar a classificação da equipe catalã. E cabia mais. Aos 41, Messi deu outra assistência, dessa vez para Dembélé. O francês, sozinho, bateu de perna direita e aumentou a goleada.

Leia também: Ex-árbitro Óscar Ruiz é acusado de assédio sexual e chantagem por juízes

Daí pra frente, o Barça apenas administrou até comemorar com sua torcida a classificação às quartas de final da Liga dos Campeões quando o juiz encerrou o confronto aos 47 minutos.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook