LANCE FOI NORMAL, DIZ GOLEIRA, DIZ GOLEIRA SUSPEITA DE TER TOMADO GOL POR QUERER

671
DIRIGENTE PEDIU QUE CBF INVESTIGUE ATUAÇÃO DA ATLETA NA FINAL DO BRASILEIRO FEMININO

A goleira da seleção brasileira feminina de futebol, Luciana Maria Dionízio, 28, suspeita de ter tomado dois gols propositalmente na final do Campeonato Brasileiro Feminino, admitiu ter falhado em um dos gols da derrota para o Flamengo por 2 a 1, mas considerou o lance normal.                                                                                                                             “A bola bateu no meu peito e foi para o lado. Na sequência da jogada, quis corrigir, mas a adversária chutou por baixo de minhas pernas. Esses lances fazem parte da vida de qualquer jogador“, afirma Luciana.

O vice-presidente e diretor jurídico do Rio Preto, José Eduardo Rodrigues, clube da atleta, encaminhou oficio à CBF pedindo que a atuação da goleira fosse investigada. Ele classificou o comportamento dela [Luciana] como ‘estranho’. “Eu fiquei chateada com tudo o que aconteceu. Estou sendo orientada no que devo fazer. Estou muito triste porque tenho um carinho enorme pelas meninas e pelo clube“, disse a goleira.

Titular no último mundial, Luciana perdeu espaço na seleção brasileira e ficou fora da lista de dezoito atletas convocadas por Vadão para a Rio-2016 – está entre as quatros suplentes caso haja necessidade de uma substituição. Ela foi preterida por Bárbara, que defendeu o Flamengo na última edição do nacional e Aline, ex-Ferroviária.

Para a goleira, a polemica não atrapalhou sua convocação. “Fico triste, mas a opção é do treinador“, comentou.

A CBF confirmou que recebeu oficio enviado por Rodrigues e repassou o documento ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). A promotoria do tribunal afirmou que ainda está analisando o caso.

 

 

Comentários Facebook