HOMEM DE 45 ANOS ESTUPRA MENINA DENTRO DO BANHEIRO DE UMA IGREJA EVANGÉLICA EM CUIABÁ

73
Homem de 45 anos com várias passagens pela policia que estuprou menina de 5 anos em banheiro de igreja evangélica.

Um  crime chocou  a  comunidade  evangélica  do  bairro  Novo Milênio, em Cuiabá. Um homem de 45 anos foi preso após abusar sexualmente de uma menina de 5 anos de idade.

Sendo que depois de tomarem conhecimento do caso, moradores do bairro espancaram o estuprador. O crime aconteceu na noite desta Terça feira (07.11) no banheiro de uma igreja evangélica da assembleia de Deus Nova Aliança, em um bairro periférico da capital.

De acordo com informações da mãe da criança, ela estava participando do culto, enquanto a menina e colegas brincavam no pátio da igreja, localizada no Novo Milênio. Momento que o homem a levou a criança ao banheiro e forçadamente cometeu atos libidinosos com ela. Conforme informações a criança chorava muito com dor, dentro do banheiro, o barulho foi ouvido pelo porteiro da igreja, que chamou a mãe da menina.

A mãe da criança registrou boletim de ocorrências sobre o fato e a filha passou por atendimento psicológico onde relatou detalhes do abuso.

O homem foi identificado como A.A.P.F. Ele tem diversas passagens criminais, entre elas, furto e receptação. Ainda Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem congregava na igreja desde quando saiu do presidio, ele trabalhava na igreja como um dos porteiros.

Segundo informações de testemunhas, ele gostava muito das crianças da igreja e sempre brincava e levava doces.

Os próprios vizinhos da vitima espancaram o homem a pedradas e pauladas. Machucado, o mesmo procurou atendimento na unidade pública de saúde. O homem foi localizado pelos militares já ferido no Pronto-Socorro Municipal DE Cuiabá (PSMC).

A menina foi internada em observação. E o Conselho Tutelar acompanha o caso.
O Suspeito foi conduzido para a Central de Flagrantes, acompanhado da mãe da vítima, que denunciou o crime.

O Caso foi registrado como estupro de vulnerável e lesão corporal e será investigado pela delegacia especializada. (Rafael Medeiros especial para Fato e Noticia)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here