Grupo criminoso que roubou propriedade rural é preso em flagrante pela Polícia Civil na Capital

25

Três adultos foram presos em flagrante e um adolescente apreendido pela Polícia Civil por envolvimento em um roubo violento ocorrido na manhã de quarta-feira, em uma propriedade rural na região do Rio dos Couros, em Cuiabá.

Os suspeitos do crime foram localizados pelas equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá em uma chácara no Cinturão Verde, região do bairro Pedra 90, e no bairro Pedregal.

Roubo

A vítima, de 24 anos, registrou o crime na noite de quarta-feira e relatou que estava saindo da propriedade, junto com seu pai, de 68 anos, quando três homens armados renderam todos e entraram na fazenda. Depois o adolescente entrou no local, conduzindo um veículo. Um dos suspeitos, a todo o momento, se comunicava por telefone com outra pessoa que demonstrava conhecer as características da família.

O grupo criminoso permaneceu até às 16h30 na fazenda, onde agrediu e ameaçou as vítimas, que tiveram os olhos vendados, foram amarradas e trancadas no banheiro.

Depois, os criminosos fugiram da propriedade levando três veículos –  duas camionetes modelos Toyota Hillux SW4 branca e Ford Ranger branca e um Gol branco- e ainda botijões de gás, cheques, dinheiro, joias, vários objetos da casa e obrigaram as vítimas a fazer transferências bancárias.

Investigação

Após receber a comunicação do roubo, a equipe da Derf de Cuiabá iniciou imediatamente as diligências para localizar os suspeitos. Em uma chácara no Cinturão Verde, os investigadores localizaram na quinta-feira (09.06) três suspeitos de 31 e 24 anos. Na casa, os policiais civis apreenderam uma espingarda calibre 28, com numeração suprimida e cano serrado e um botijão de gás da vítima.

O adolescente, enteado do suspeito de 31 anos, foi localizado em uma residência no bairro Pedregal.

Todos foram conduzidos para a Derf, onde foram ouvidos em depoimento pelo delegado Daniel Lucas Machado e presos em flagrante pelos crimes de roubo em concurso de pessoas, com restrição de liberdade da vítima, violência e ameaça com emprego de arma de fogo e associação criminosa.

As investigações prosseguem para apurar o possível envolvimento de outras pessoas no roubo, assim como localizar os pertences das vítimas.

O procedimento em relação ao adolescente foi encaminhado para a Delegacia Especializada do Adolescente da Capital.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook