Globo exibe homem pelado e tortura policial em telejornais matinais

92

Globo assustou os seus telespectadores na manhã desta quinta-feira (3) com um vídeo explicito de um homem pelado sendo torturado por policial em Rochester, no estado de Nova York. Daniel Prude morreu em março deste ano, mas só agora o vídeo da ação policial foi disponibilizado.

Mais um americano negro que morreu em decorrência de uma ação da polícia”, anunciou Ana Paula Araújo no Bom Dia Brasil. “As imagens da abordagem são muito fortes e nós não vamos exibir todo o vídeo”. O Hora 1 também repercutiu a notícia.

Tudo começou quando o irmão da vítima ligou para a polícia, porque pensou que Daniel estava sofrendo um surto psicótico. Os agentes colocaram na cabeça de Daniel um capuz de malha, usado para que o suspeito não cuspa ou morda, após a vítima ter gritado que estava com coronavírus.

Médicos concluíram que Prude morreu por complicações de asfixia por ação física. “Imagens difícil de ver, né? Foram registradas, portanto, no dia 23 de março, e Daniel morreu no dia 30”, explicou a âncora da Globo.

Manifestantes já saíram as ruas de Rochester para exigir a demissão dos policiais e que eles sejam acusados pela morte de Daniel. A polícia abriu investigação e a prefeita da cidade e prometeu que a Justiça será feita.

Fonte: rd1
Comentários Facebook