FURACÃO VARRE DOM BOSCO DA COPA DO BRASIL

516

DOM BOSCO PAGA O PATO PELA GOLEADA SOFRIDA PELO ATLÉTICO-PR PARA O PALMEIRAS

Na Arena da Baixada o Atlético-PR não tomou conhecimento do Dom Bosco, fez 5 a zero fácil, garantiu passagem para a terceira fase da Copa do Brasil e acabou com o sonho alvi celeste de ir mais longe na competição.

O Rubro Negro paranaense passeou no gramado e explorando as jogadas pelas laterais, furou e retranca alvi celeste e foi marcando gol atrás de gol. O Furacão fez questão de mostrar que o jogo na Arena Pantanal em que com um time reserva, cedeu o empate ao Azulão da Colina Iluminada, após estar vencendo por dois a zero e a goleada imposta pelo Palmeiras pelo Brasileirão domingo passado foram atípicas.

A grama sintética da Arena da Baixada, os 12º de temperatura, o esquema defensivo armado pelo treinador do time mato-grossense e a superioridade do elenco rubro negro foram fatores determinantes na goleada do time paranaense.

Logo aos 12 minutos, após passe de Ernani, André Lima, fez o primeiro do Atlético. O segundo gol foi marcado por Pablo, de cabeça, em cruzamento da esquerda de Sidcley, aos 30 minutos. Falha coletiva da defesa do Dom Bosco, inclusive do goleiro Jeferson, e André Lima, também de cabeça, fez seu segundo gol no jogo. A retranca do Dom Bosco foi uma piada, três gols só no primeiro tempo.

O Dom Bosco voltou para o segundo tempo com Pretinho e Profeta nos lugares de Naian e Valderrama, substituições que resultaram em nada, pois não modificaram a postura do time em campo. Mudou-se os jogadores, mas não o esquema defensivo do time. É melhor ser goleado jogando para frente, no ataque do que jogando com dez atrás.

Ataque rápido do Atlético, toques de primeira, triangulações o Dom Bosco na roda e o quarto gol do Furacão marcado por Ernani aos 14 minutos. André Lima foi derrubado na área, penalti, que Anderson Lopes cobrou e marcou, aos 29 minutos, fechando a goleada e encerrando a participação do time cuiabano na competição.

 

Comentários Facebook