Engenheira de Alta Floresta participa da elaboração do projeto Smart Planet

426

 

A plataforma alemã fará o monitoramento global do meio ambiente em tempo real

Robson Fraga

Keytiane Morosini é engenheira civil e especialista em cidades e construções sustentáveis. Há dois anos, planejava fazer um intercambio linguístico na Irlanda quando foi convidada pela EULA IT Information Technology para participar da equipe de criação da plataforma Smart Planet e do aplicativo Terra Beat. Ambos ferramentas para monitoramento global do meio ambiente em tempo real.

Moradora de Alta Floresta, Keutiane sempre esteve envolvida em ações de cunho social. Em 2018, tornou-se multiplicadora da Agenda 2030 no Brasil, quando representou sua cidade na academia de verão da ONU.

“A ideia principal da plataforma Smart Planet é coletar, processar e gerenciar dados ambientais sobre chuvas, sequestro de carbono e níveis de poluição com transparência por meio do aplicativo Terra Beat. Assim, facilitar o acesso à realidade ambiental para todos os interessados, bem como para órgãos fiscalizadores; tudo em tempo real”, explicou.

“Os dados nos ajudam a tornar os projetos ambientais mais eficientes e a usar os recursos naturais de forma sustentável. Assim, garante que o planeta permaneça saudável para esta e as futuras gerações. Queremos que a Smart Planet se torne a referência mundial de informações confiáveis ​​e atualizadas sobre o meio ambiente e suas interações”, completou Morosini.

A engenheira garante que municípios, estados e países preocupados com sustentabilidade e meio ambiente terão um ganho excepcional com a plataforma. Assuntos como monitoramento ambiental, recuperação de áreas degradas são pautas extremamente importantes em qualquer lugar do mundo.

Keytiane Morosini explica que a equipe desenvolveu uma pesquisa virtual para que as pessoas de todo o mundo contribua diretamente para esse movimento transformador. A pesquisa, que leva cerca de 10 minutos, está disponível em: Inglês, Alemão e Português. Para respondê-la, basta acessar o QR-Code. 

A pesquisa, que leva cerca de 10 minutos, está disponível em: Inglês, Alemão e Português. Para respondê-la, basta acessar o QR-Code. [Imagem: Robson Fraga]
Comentários Facebook