Dirigente da Chape destaca fator casa para acreditar na Sul-Americana

431

A Chapecoense não fez uma boa atuação na sua estreia na Copa Sul-Americana. Na noite de quinta-feira, o Verdão do Oeste enfrentou o Cuiabá, pela segunda fase da competição continental, e foi derrotado por 1 a 0. Desta forma, vai precisar vencer o jogo da volta para comemorar a vaga na próxima fase do torneio internacional. O resultado, porém, não desanimou o Verdão do Oeste.

Cuiabá x Chapecoense (Foto:  Cleberson Silva/Chapecoense)Cuiabá venceu a Chape na Arena Pantanal (Foto: Cleberson Silva/Chapecoense)

Além de Caio Júnior, que revelou, em entrevista coletiva, que confia na classificação, a diretoria deu apoio e partilha da mesma opinião. Em entrevista à Rádio Chapecó, Mauro Stümpf, diretor de futebol da Chapecoense, afirmou que o fator casa será fundamental nos 90 minutos restantes.

– Nenhuma das equipes se comportou bem. Nosso time estava muito abaixo, muitas peças aquém do que estamos acostumados, mas ainda temos os próximos 90 minutos na Arena. Temos o mando de campo e tentaremos avançar para a próxima fase. Era importante para dar moral (a vitória). Eles são o primeiro time fora da zona, se não me engano. Eu não gostei do jogo, nenhuma das equipes de comportou bem, mas é reversível lá. Temos atletas liberados para reforçar. Temos condições, foi o placar mínimo – revelou o dirigente. 

Com a vitória, o Cuiabá joga a segunda
partida com a vantagem do empate ou até mesmo por uma derrota por um gol
de diferença, desde que marque um gol. As duas
equipes
voltam a se enfrentar no dia 31 de agosto, às 21h45, na
Arena Condá, em Chapecó. Antes disso, porém, o Verdão tem um compromisso
contra o Flamengo, no domingo, às 16h, pela 22ª rodada do Brasileirão.

Confira mais notícias do esporte de catarinense no GloboEsporte.com/sc

Comentários Facebook