DEFINIDO O ÚLTIMO DOS CLASSIFICADO PARA AS SEMIFINAIS DO ESTADUAL SUB 19

542

Operário Várzea-grandense e Ação fizeram dois jogos eletrizantes na disputa pela última vaga nas semifinais do Estadual Sub 19; goleiro Eduardo do Operário falhou no gol do Ação, mas foi o herói da classificação tricolor, defendendo três cobranças de pênaltis

Em duas partidas, uma na quinta-feira (30.06) e outra no domingo (03.07) Ação e Operário-VG decidiram quem enfrentará o Luverdense na disputa das semifinais do Estadual Sub 19.

Foram duas partidas duríssimas disputadas no mini estádio Benedito de Sá Barreto, o Campo do Juventude, no Jardim Paulista, bairro dom Aquino. O Ação venceu a primeira por 1 a 0 e ficou com a vantagem de jogar pelo empate na partida de domingo (03.07). Para o Tricolor da Fronteira era tudo ou nada, vida ou morte e o Chicote começou melhor o jogo, indo para cima do Ação, no intuito de reverter a vantagem do rival.

DSC00446
A bandeirinha Eliane que anulou um gol do Operário e foi muito xingada por um diretor do Tricolor e por um torcedor fora do campo

O Ação começou a partida mais tranquilo, pois tinha a vantagem de jogar pelo empate, e garantiu o resultado até aos 36 minutos do 1º tempo, quando Gesiel (9) marcou para o Operário. Antes, o Operário fez um gol, anulado pela bandeirinha Eliane, que foi muito xingada por um dos diretores do Operário que foi expulso e por um torcedor, que do lado de fora do campo, atirou pedras e cerveja na bandeirinha e no banco de reservas do time do Ação.

No segundo tempo logo aos dois minutos, o centroavante Jeferson (9), numa falha do goleiro Eduardo (1) empatou o jogo para o Ação e estava assim, se qualificando para enfrentar o Luverdense na semifinal. Ao Operário não restava outra opção a não ser ir para o tudo ou nada, e foi o que fez, sufocou o Ação e na base do abafa, faltando menos de cinco minutos para o fim da partida, Tales (4) marcou o gol da vitória. fim de jogo, vitória do Chicote da Fronteira e a decisão da vaga seria feita em cobranças de pênaltis, três para cada time, na primeira série. Foi ai que brilhou a estrela do goleiro tricolor, Eduardo, que defendeu três cobranças e foi o herói da classificação tricolor, que venceu por 3 a 2.

DSC00450
O goleiro Eduardo, que defendeu três pênaltis e foi o herói da classificação Tricolor.

Wilson Rafael, apitou o jogo, Eliane e Elizângela foram as auxiliares, todos da Federação Mato-grossense de Futebol. Raniéri 90 narrou e Rosenil comentou. Eles são da equipe esportiva DEUSA BRANCA e fizeram um trabalho perfeito como de costume.

Comentários Facebook