Defesa de Flávio Bolsonaro entra com notícia-crime contra William Bonner e Renata Vasconcellos

125

A guerra entre a Globo e a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) ganhou um novo capítulo. Na tarde desta sexta-feira (6), os advogados do político protocolaram uma notícia-crime junto à Delegacia de Repressão Aos Crimes de Informática contra William Bonner e Renata Vasconcellos.

Segundo a revista Veja, a defesa do filho de Jair Bolsonaro (sem partido) pede para a polícia apurar o crime de desobediência por parte dos apresentadores do Jornal Nacional.

Flávio Bolsonaro alega que o telejornal descumpriu ordem judicial ao veicular informações e detalhes da denúncia do Ministério Público no caso da “rachadinha” no gabinete do parlamentar, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Na notícia-crime, o Zero Um do presidente cita ainda o fato da Globo ter soltado dados sobre o depoimento no MP-RJ de Luiza Souza Paes, ex-assessora do senador. Ela, cabe lembrar, confirmou a existência do esquema de transferência de parte dos salários dos servidores e o repasse a Fabrício Queiroz.

Os advogados de Flávio também pedem na Justiça que a emissora carioca seja multada em R$ 500 mil toda vez que exibir reportagens sobre a denúncia feita pelo Ministério Público sobre o caso.

A publicação ainda informou que, por causa da atitude do político, William Bonner e Renata Vasconcellos devem ser chamados à depor na Delegacia de Repressão Aos Crimes de Informática nos próximos dias.

Por RD1
Comentários Facebook