DE CAMPO DO BOTAFOGO…A MINI ESTÁDIO JOSÉ DA SILVA OLIVEIRA/BIFE NO CPA-II

1730

A HISTÓRIA DA PRINCIPAL ÁREA DE LAZER DOS MORADORES DOS CPA-II

No começo do ano de 1981, a Companhia de Habitação Popular do Estado de Mato Grosso/COHB-MT, órgão do governo estadual extinta há muito tempo, entregava à população cuiabana, o Núcleo Habitacional CPA-II. Em 05 de maio desse mesmo ano, era fundada a Associação Comunitária dos Moradores do CPA-II, cujo primeiro presidente foi o Srº. Sebastião Ferreira.

Por volta de 1983/1984, moradores do bairro, a maioria jovens, percebendo que na área destinada ao lazer da comunidade nada era feito (ali deveria ser construída uma praça), resolveram limpar uma parte do matagal, que naquela altura só estava servindo de esconderijo de marginais e lixão, e fizeram ali um campinho de futebol.

IMG_20150108_094435
Julio Albuquerque, 68, um dos moradores e presidentes que mais lutaram pelo desenvolvimento do esporte no CPA-II.

O Sr. Julio Albuquerque Gomes, 68 anos, presidente do bairro o período de: março/1993 à abril de 1994, e que teve atuação destacada à frente da Associação de Moradores e um dos moradores mais antigos do bairro nos deu o seguinte depoimento: “Que o bairro foi entregue à população na gestão do governador FREDERICO CARLOS SOARES DE CAMPOS, que os próprios moradores construíram o campinho e que a fundação de um time chamado Botafogo, acabou dando nome ao campoque fundou em 21.07.1981 e manteve por Mais de uma década a Associação Atlética Real Madrid.

REAL MADRID 1
Real Madrid, Campeão da COPA DOS CAMPEÕES DO CPAI-I, organizada por Jorginho Mussa da Rádio CBN am.
REAL MADRID 2
Real Madrid, Campeão Juvenil do CPA-I. Na foto, destaque para Jael (de agasalho azul e boné branco) que veio a se tornar jogador nacionalmente conhecido, tendo jogado até em clubes do exterior. O senhor de camisa azul e calça marrom e a senhora de blusa branca e calça xadrez, são os pais de Jael.
REAL MADRID 3
Nesta foto do Real Madrid aparecem, em pé, da esquerda para a direita: Seo Julio, fundador e presidente (1º em pé), Cesar Neves e ao seu lado o profº. Pereira, com a camisa do Vasco (ambos já falecidos).

No começo dos anos da década de 1990, com a implantação dos mini estádios em Cuiabá, um campo que havia ao lado do terminal de ônibus do CPA-I, veio a ser transformado no primeiro mini estádio de Cuiabá,  e  o  futebol  amador  em  Cuiabá  e  Várzea  Grande  veio a  ter um grande desenvolvimento em suas atividades, com a realização de muitos campeonatos, torneios e copas todo ano e com uma Secretária de Esportes e Lazer que funcionava realmente.

Na época, havia na região do CPA-I o campo ao lado do terminal que foi transformado no 1º mini estádio de Cuiabá e o da sede da Federação dos Servidores Públicos de Mato Grosso, que contava inclusive com arquibancadas, e que deu lugar para a construção de mais um Supermercado COMPER, e o campo do Botafogo no CPA-II.

A pujança do futebol amador naquela época no bairro CPA, era tanta que apenas no ano de 1993, somente no mini estádio do CPA-I, eram disputadas as seguintes competições:

  • CAMPEONATO AMADOR DE FUTEBOL SENIOR DA MORADA DA SERRA e contava com as seguintes equipes: Bandeirantes, Gente Nossa, Grêmio Recreativo Corpo de Bombeiros, Lavrinha E. C, Tubarão, Floresta, Internacional, Nacional, Olímpico e Dom Aquino;
  • CAMPEONATO AMADOR DA MORADADA SERRA, organizado pelo Departamento de Esporte Amador e contava com as seguintes equipes: Olímpico, América, Real Madrid, Colorado, Atlético da Morada da Serra, Auriverde, Unidos do Setor V, GRENAC, Atlético da Morada do Ouro, Horizonte, Leãozinho, Curió, Novo Paraíso e Assofama;
  • 1º CAMPEONATO DE QUARENTÃO, organizado pelo Departamento Independente de Futebol Quarentão da Morada da Serra, que contava com as seguintes equipes: Florestão, Unidos do Campinho, Magnata, Encol, Assincra, Garra e União.

A chegada dos anos 2000, ou seja, do século 21, não foi bom para o esporte amador, a Prefeitura de Cuiabá negligenciou a manutenção dos mini estádios, inclusive do mini estádio do CP-II, que veio a ser manchete de noticia policial, quando em 28.05.2012, uma jovem foi encontrada morta, enforcada, em suas dependências. Em Várzea Grande, a situação não é diferente, lá também os mini estádios estão caindo  aos pedaços.

IMG_20150111_114640
Moura, que foi presidente até 31.12.2015 e um dos mais lutaram por melhorias, desenvolvimento e bem estar dos moradores do CPA-II.

Moura, que foi presidente até 31.12.2015 e um dos mais lutaram por melhorias, desenvolvimento e bem estar dos moradores do CPA-II.

Hélio Moura, outro morador antigo do CPA-II e atual presidente do bairro, também falou sobre o mini estádio José Oliveira Silva (Bife), disse que: “Em 1981, a COHAB/MT, entregou para a população o  CPA-II e que anos mais tarde, como nada era feito na área destinada ao lazer da comunidade, moradores resolveram limpar uma parte da área e construíram ali um campinho e que um deles, um jovem de nome Garcia³, resolveu fundar um time, e como rubro negro queria dar o nome de Flamengo, mas que os outros integrantes por pura sacanagem com o mesmo, votaram pelo nome de Botafogo, rival do time da gávea e que como esse time mandava seus jogos no campo do CPA-II, ali ficou conhecido como CAMPO DO BOTAFOGO.                                                                                                                   Há mais de uma década existe um calendário com três competições fixas: a COPA ANIVERSÁRIO DE CUIABÁ (8 de abril), o TORNEIO DOS TRABALHADORES ( 1º de maio) e o TORNEIO DA INDEPENDENCIA (7 de setembro). Atualmente, existem três equipes em atividade no CPA-II: o SEDE (da Família Rondon), o Trivial Esportes (de Marcelo Trivial e Bill (irmão de Clébinho, ex-jogador profissional de Mixto e Operário) e o Garra (comandados por Hulk e Jaburu).                                 De 2002 para cá, é realizada no mini estádio do CPA-II, todo sábado de carnaval, um jogo de beneficente, a comunidade doa alimentos não perecíveis, para umas instituições de auxilio aos mais necessitados entre as equipes das PIRANHAS  e dos GARANHÕES DA MADRUGADA, em que os jogadores disputam a partida vestidos em trajes femininos. O time das Piranhas já a um bom tempo é liderada pelo ex-jogador do Dom Bosco, Ponte Preta, Palmeiras, Flamengo, Lúcio Bala (foto abaixo) e que já contou com jogadores como: Pelego, Gonçalves, Fidelis, Cesar Neves, Zequinha, Nelson Vasquez, Miro, Toninho Campos, Gerson Lopes, Mosca, Dito Siqueira, Bife e muitos outros, e o time dos Garanhões da Madrugada, formados por moradores da comunidade e atualmente comandados por Hélio Moura“, relembrou Hélio.

Hélio também nos contou alguns casos pitorescos envolvendo o mini estádio  do CPA-II,  mais  precisamente  o Campo do Botafogo.                                                                 Certa feita, em meados dos anos de 1980, um fim de semana Hélio foi ao campo e ao chegar ao local, deparou com campo todo demarcado, por estacas e linhas, tinha sido loteado por uma empreiteira, da qual não se lembra do  nome, que estava começando a construir ali o residencial  CPA PRAIA CLUB, que já tinham inclusive carnes de compra sendo pagos por várias pessoas que adquiriram lotes.   Ele então reuniu uns companheiros, e arrancaram toda a demarcação feita no local e estavam novamente aplainando o local, quando apareceu um funcionário da referida empresa, iniciou-se então um bate boca e um dos que estavam com Hélio, meteu a mão na orelha do representante da empresa, que saiu voado do local, senão apanharia mais, então o caso foi parar na Justiça, que felizmente emitiu ordem judicial, entregando o local aos moradores do bairro“, contou.

Outro caso, foi com a filha de um senhor que reside ao lado do mini estádio, que um dia resolveu murar uma parte da área que compões o campo, fato este que viria a causar bastante transtornos aos usuários daquela praça de lazer, uma vez que o local não possui rede de esgoto e sim fossa asséptica e que precisa ser limpa periodicamente e o muro impediria esta prática e também restringiria e muito, o acesso das pessoas que fossem utilizar o campo.

Hélio, então, conversou com a senhora e com os pedreiros, mas não houve acordo, e o jeito então foi meter os pés e derrubar o referido muro. Depois de quase um dia inteiro de discussão, a policia foi chamada e o caso foi parar em uma delegacia de policia. Como a senhora conhecia o delegado e chegou primeiro à delegacia, tendo contado sua versão dos fatos para ele, este já estava propenso a dar razão a ela, tendo inclusive dando ordem para que Hélio fosse colocado em uma cela. Vendo as coisas ficarem pretas para o seu lado, Hélio sacou de sua carteira de Sargento da Reserva do Exercito e mostrou ao delegado, que então resolveu deixar que as partes resolvessem da melhor maneira a demanda.

Teimosa, a senhora recomeçou a construção do muro, Helio então procurou a Secretaria Estadual de Meio Ambiente/S.E.M.A e denunciou o fato, pois a área era de propriedade do governo do estado. Então fiscais do órgão foram até o local e a notificaram para que ela parasse a construção e derrubasse o que já havia sido construído.

Hoje o mini estádio do CPA-II está em plena atividade, tendo passado por uma ampla reforma dois ou três anos atrás e sendo utilizado para várias atividades, mas já requer alguns cuidados, como o replantio da grama no campo, reparo nos alambrados e nos vestiários e principalmente na caixa d’água, que nos dias em que dá água, derrama o dia inteiro e isto é desperdício.

Atualmente vários torneios, copas e campeonatos são disputados no mini estádio José da Silva Oliveira, no CPA-II, como a SUPERCOPA DESAFIO DAS ESTRÊLAS, Torneio em COMEMORAÇÃO AO DIA DO TRABALHO, 7 DE SETEMBRO, jogos do campeonato do CPA-II e jogos amistosos todos os fins de semana e à noite também, nas terças, quintas e sexta-feiras há futebol.

Comentários Facebook