Criminoso que conduziu assalto a drogaria na Capital é preso após investigação da Polícia Civil

51

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um dos criminosos envolvidos no roubo a uma drogaria em Cuiabá foi preso preventivamente nesta quinta-feira (01.04) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da Capital (DERF).

A investigação da Derf apurou o roubo praticado contra uma unidade da rede Drogasil, localizada no bairro Bandeirantes, onde um trio criminoso, armado, invadiu o estabelecimento comercial na manhã de 15 de janeiro deste ano, anunciou o assalto, rendeu funcionários e clientes do local e fugiu levando pertences das vítimas.

Dois policiais civis que entraram na drogaria no momento do roubo também foram rendidos pelos criminosos. Um dos policiais foi agredido violentamente pelos três assaltantes, que só cessaram os ataques após conseguir tomar a arma de fogo do servidor.

A equipe da Delegacia de Roubos e Furtos iniciou a apuração do crime, que contou com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) por ter entre as vítimas policiais civis. As diligências realizadas pela DERF resultaram na identificação dos quatro envolvidos no assalto, três deles que atuaram diretamente no roubo e uma mulher que deu apoio logístico ao trio.

Análise de imagens coletadas pela DERF levou à identificação da suspeita, que prestou apoio na empreitada criminosa conduzindo o veículo Gol preto com os suspeitos. O carro pertence à mulher e foi posteriormente localizado pelos investigadores, abandonado em uma rua do bairro São Gonçalo 3, na Capital, mesma área onde reside um dos suspeitos.

O trio que executou o assalto foi identificado pelas vítimas, em reconhecimento das imagens coletadas pela DERF, que na apuração apontou indícios e autoria da ação criminosa. Com base nas informações obtidas, o delegado Guilherme de Carvalho Bertoli representou à 5ª Vara Criminal de Cuiabá pela prisão preventiva dos quatro envolvidos no crime.

O criminoso de 20 anos preso nesta quinta-feira é apontado na investigação como o articulador do assalto e foi localizado em uma quitinete no bairro Lixeira. Ele resistiu à prisão e tentou fiugir do cerco policial.

Em depoimento à DERF, ele informou que a arma roubada do policial civil foi vendida a uma pessoa, que mora em Várzea Grande. Os investigadores localizaram o suspeito, que informou não estar com a arma de fogo. Ele foi conduzido à delegacia para esclarecimentos

Após ser ouvido na delegacia, o mentor do assalto foi encaminhado para audiência de custódia e posteriormente será enviado para uma unidade prisional da região metropolitana.

As diligências da DERF Cuiabá continuam para localização e prisão dos outros envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook