Copa América: Messi evita segunda derrota da Argentina

299

Um pênalti marcado por Lionel Messi e outro que Franco Armani defendeu, permitiram à Argentina empatar em 1 a 1 com Paraguai e manter-se na corrida aos quartos de final da Copa América em futebol.

A formação paraguaia, que tinha empatado 2-2 com o Qatar, chegou na frente ao intervalo, com um tento de Richard Sánchez, aos 37 minutos, servido por Miguel Almirón, mas, aos 56, Lionel Messi empatou o jogo, na marcação de uma grande penalidade.

Pouco depois, aos 62 minutos, Otamendi cometeu um erro e fez falta na área sobre o ex-benfiquista Derlis González, mas este não conseguiu transformar o castigo máximo, aos 63, por culpa de uma defesa de Armani, sobre o seu lado esquerdo.

Com este resultado, a Colômbia, já apurada depois do 1-0 ao Qatar, garantiu a vitória no Grupo B, a uma jornada do fim, com seis pontos, contra dois do Paraguai e um de Qatar e Argentina, que, face ao 0-2 com os colombianos, continua no último lugar.
Domínio constante dos argentinos

No Mineirão, em Belo Horizonte, os “alvi-celestes” dominaram desde o início, face a um Paraguai na expetativa e a apostar no contra-ataque: Derlis falhou, também por culpa de um desvio em Tagliafico, mas, aos 37, Sanchéz não perdoou.

Após o intervalo, a Argentina, com Agüero em vez de Roberto Pereyra, entrou à procura do empate e conseguiu-o com a ajuda de uma mão de Piris: aos 56 minutos, Messi bateu forte o penálti, apontando o 68.º golo pela Argentina e nona na Copa América.

Volvidos seis minutos, o árbitro marcou novo pênalti, agora do outro lado do campo, por falta escusada de Otamendi sobre Derlis, mas Armani deteve o remate.

Até ao final, e já com Di Maria em campo, a Argentina ainda tentou chegar ao triunfo, mas Lautaro Martínez, aos 65 minutos, e o sempre inconformado Messi, aos 76, não conseguiram marcar e, aos 84, Armani ainda teve de se aplicar num livre de Rojas.

Fonte: www.rtp.pt/noticias/futebol-internacional/copa-america

Comentários Facebook