Claudinei mira "conforto" na tabela e melhoria do aproveitamento na Série B

316

Anunciado na quarta-feira como o novo técnico do Avaí, Claudinei Oliveira foi apresentado oficialmente pelo clube nesta quinta na Ressacada. O comandante da equipe azurra acompanhou a vitória do Leão da Ilha sobre o Sampaio Corrêa, na terça, e teve uma primeira impressão do grupo que vai ter em mãos.

Claudinei Oliveira Avaí (Foto: Janniter de Cordes / CBN Diário)Claudinei Oliveira Avaí (Foto: Janniter de Cordes / CBN Diário)

O momento avaiano na Série B do Campeonato Brasileiro não é bom. Tanto que o técnico Silas foi desligado no fim de semana. Na terça, diante do lanterna da competição, o clube azurra conseguiu os três pontos e respirou mais aliviado na tabela. Para Claudinei, a equipe precisa melhorar o aproveitamento e chegar a uma zona de conforto na classificação, para aí poder sonhar com a possibilidade do acesso. 

– Chego com muita alegria, com muita satisfação. Sinto que sou privilegiado por defender o Avaí. Vi o jogo contra o Sampaio, acho que foi importante a vitória. A gente vai buscar esse conforto na tabela. Ficar entre os 10 primeiros e depois tentar o salto. Vamos buscar. Não é impossível. A gente tem condições. Tem que trabalhar, procurar colocar as nossas ideias, respeitando a característica de cada jogador. Buscar a partir do próximo jogo os resultados positivos – comentou o técnico.

A gente vai buscar esse conforto na tabela. Ficar entre os 10 primeiros e depois tentar o salto.
Claudinei Oliveira

Claudinei reconhece que a tarefa do Avaí não é fácil na segunda divisão. Ele evitou prometer o acesso, mas acredita que se o grupo reagir nas próximas rodadas e conseguir uma sequência de vitórias, será possível colocar o clube na disputa pelas quatro vagas à Série A. 

– Falo em aproveitamento, porque não posso julgar o rendimento. Não estava aqui antes. Não posso chegar e falar que tem que melhorar a equipe. Tenho que trabalhar para melhorar o aproveitamento. Tem que buscar uma sequência de vitórias, que propicie uma situação boa. Ter esse conforto na tabela, para poder olhar mais para frente – completou. 

Com 46 anos, Claudinei Oliveira estava livre no mercado. Nesta temporada, ele comandou o Paraná Clube, em boa campanha na disputa estadual. Com início ruim na Série B do Brasileirão, o treinador foi desligado do clube paranaense em junho. Claudinei iniciou a carreira como treinador no Santos. Acumula passagens por Goiás, Atlético-PR e Vitória.

Confira mais notícias do esporte de catarinense no GloboEsporte.com/sc

Comentários Facebook