Apoiador de Bolsonaro é morto na Bahia; polícia investiga

38

 

Políticos como a deputada Carla Zambelli levantaram possibilidade de motivação política no crime

Paulo Moura – 26/07/2022 12h36 | atualizado em 26/07/2022 13h24

A morte de um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) na última quinta-feira (21) em Ibotirama, na Bahia, ganhou repercussão nesta segunda (25) entre integrantes da base de apoio do chefe do Executivo. Um dos motivos é a suspeita levantada por políticos de que o assassinato de Marcello Leite Fernandes, de 39 anos, teria acontecido por razões políticas.

Em sua conta no Twitter, a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) comentou o caso e disse existir a suspeita de que o crime tenha sido praticado por “motivação política” em razão de Marcello defender o presidente da República.

Leia também

1 Randolfe diz que vai questionar posição da PGR sobre Bolsonaro
2 Fátima Bernardes: ‘Não preciso declarar publicamente meu voto’
3 Japão executa na forca homem que matou sete pessoas em 2008
4 Caso Miguel: Justiça nega pedido de prisão contra Sari Corte Real
5 PT e federação ingressam no TSE contra convenção de Bolsonaro

– A mídia se cala! Marcello Leite, de 39 anos, foi executado em Ibotirama-BA, dentro do próprio carro. Segundo informações há suspeita de ter sido por motivação política por Marcelo defender Jair Bolsonaro. Expresso minhas condolências e sentimentos aos familiares e amigos – escreveu.

Tuíte de Carla Zambelli Foto: Reprodução/Twitter

Outro a comentar o caso e reforçar a possibilidade de que o crime teria sido praticado por razões políticas foi o ex-secretário de Fomento à Cultura André Porciuncula. Ex-policial militar, Porciuncula disse que entrou em contato com agentes da região de Ibotirama e afirmou que há “fortíssimos indícios” de que houve motivação política no assassinato.

– Estou em contato com meus amigos que são policiais na região onde o Marcelo foi executado. Tudo está apontando para execução por questões políticas. A mídia está abafando o caso, não há qualquer cobrança ao governador. Não irei deixar isso cair no esquecimento da impunidade – declarou.

Tuíte de André Porciuncula sobre o caso Foto: Reprodução/Twitter

Em um vídeo de câmeras de segurança do local do crime, é possível ver dois homens em uma motocicleta se aproximando de Marcello. Um deles dispara contra a vítima e foge do local. Em nota divulgada pela Delegacia Territorial de Ibotirama, a polícia informou que, “por ora, não há suspeita de motivação política no crime”.

– A Delegacia Territorial de Ibotirama investiga a morte de Marcello Leite Fernandes, de 39 anos, vítima de disparos de arma de fogo na última quinta-feira (21). Dois homens em uma moto emparelharam com o automóvel da vítima e um deles atirou contra Marcello. Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas e testemunhas já estão sendo ouvidas. Por ora, não há suspeita de motivação política no crime – completou a polícia.

Comentários Facebook