Apesar da derrota para o Cuiabá, Caio Júnior vê estratégia correta da Chape

465

Com time reserva em campo, a Chapecoense foi derrotada pelo Cuiabá, por 1 a 0, na estreia da Copa Sul-Americana, e precisa da vitória em casa para avançar na competição continental. Apesar do resultado, Caio Júnior revelou, em entrevista coletiva, que gostou da atuação da equipe. Na avaliação do comandante do Verdão do Oeste, o que faltou foi um pouco de poder ofensivo.

Sobre escalar jogadores reservas na partida no Mato Grosso, Caio explicou que a estratégia foi correta, mas a falta de um gol frustrou o técnico. Apesar disso, ele ainda vê o embate aberto e confia no jogo da volta, na Arena Condá, para garantir a classificação no torneio internacional.

Cuiabá x Chapecoense (Foto:  Cleberson Silva/Chapecoense)Caio Júnior avaliou a partida contra o Cuiabá (Foto: Cleberson Silva/Chapecoense)

– Sabíamos que seria quente, vários jogadores sentiram cãibra no fim do jogo. Teríamos três jogos seguidos, Cuiabá, Flamengo, Cuiabá depois de novo. Acho que foi uma estratégia correta, independente do resultado. Faltou um gol. A eliminatória está aberta. Agora tenho um time inteiro para jogar com o Flamengo. Precisamos fazer um grande jogo e um grande resultado – disse.

Com a vitória, o Cuiabá joga a segunda
partida com a vantagem do empate ou até mesmo por uma derrota por um gol
de diferença, desde que marque um gol (ex: 2×1, 3×2…). As duas equipes
voltam a se enfrentar no dia 31 de agosto, às 21h45 (de Brasília), na
Arena Condá, em Chapecó. Antes disso, porém, o Verdão tem um compromisso contra o Flamengo, no domingo, às 16h, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Confira outros trechos da coletiva de Caio Júnior:

SUBSTITUIÇÕES
Coloquei para tentar fazer o gol, um gol seria importante, nos daria a possibilidade de jogar pelo empate. O Tiaguinho teve a possibilidade. Tem 90 minutos ainda, a torcida vai nos ajudar. Mas agora é recuperar os jogadores. Se eu colocasse os outros, não teria condições de jogar contra o Flamengo. Ainda tem o Gil, o Josimar, temos jogadores lá inteiros. Isso é importante.

Caio Júnior Chapecoense (Foto: Cleberson Silva/Chapecoense)Caio Júnior disse que aprovou a estratégia fora de casa (Foto: Cleberson Silva/Chapecoense)

FALTA DE GOLS
O gol era importante, fazer um gol era como eu falei, era o que eu queria. Em função do regulamento, eles jogam com o regulamento, vai ser um jogo de muita emoção. Em algum momento da partida tem que arriscar.

FLAMENGO
Tiveram uma estratégia parecida com a nossa. O técnico poupou alguns que tinham jogado no último jogo. No aspecto físico vai ser um jogo igual, vai ser nivelado. O que vai definir é o técnico, a tática, o fator casa. Temos um fator casa forte, é um horário que dá para lotar. 

TRÊS VITÓRIAS SEGUIDAS
O que realmente pesa ao clube é ficar na primeira divisão. Pode passar na Sul-Americana, mas se cair, não adiantou nada, é diferente de manter em questão de investimento. Tem que ser claro. Foi a estratégia correta. Não faltou empenho, só faltou um pouco na parte ofensiva.

Confira mais notícias do esporte de catarinense no GloboEsporte.com/sc

Comentários Facebook