Amistoso no miniestádio do CPA 1: Dom Bosco Master venceu Panelinha e pelo Agendão Trivial de Amistosos no Vale do Rio Cuiabá, Guanabara do Tancredo Neves goleou o Garra do CPA 2

311

 

CUIABÁ/MT – Na agradável manhã manhã de domingo (13),jogaram no mini estádio do bairro CPA 1, Dom Bosco Master e o time do Panelinha do bairro Jardim Cuiabá. O time alvi celeste venceu por 2 a 1, numa partida onde torcedores de mais idade puderam matar saudade da época e ouro do futebol de Mato Grosso.

Com uma equipe composta por atletas de várias formações e até décadas diferentes, o Leão da Colina Iluminada rugiu forte para cima do muito bom time do Panelinha, que também contou com bons jogadores, como por exemplo, o goleiro Paulão, ex-jogador do Operário de Várzea Grande. além do Deputado Estadual Eliseu Nascimento.

Pelo Time da Colina Iluminada, estiveram em campo, o goleiro Gonçalo, o laterais Amaury e Antonio Carlos, os volantes Tide, Ferreirinha e Caçapava [ex-Operário-VG] e atacantes Jaílton, Roberto Granada e Iuca. Sem contar que um dos integrantes da Comissão Técnica era o ex-goleiro Paulo Ximburé, oriundo do bairro Barcelos, atual Bairro Dom Aquino. Houve ainda as presenças de jogadores como Jandilson e Marinho Silimbu, vizinho de Paulo no bairro Barcelos.

Os times protagonizaram uma ótima partida, que teve mais brilhantismo ainda com a narração da equipe de esportes do Momento Esportivo, com Edmilson de Morais, o “Ed Maravilha”, na narração principal [infelizmente, me fugiu os nomes dos outros dois companheiros de Edmilson].

Foi um espetáculo para matar saudades, na excepção da palavra, pois o time Dom-bosquino reunia craques de gerações diferentes. Como Amaury, que fez parte do timaço denominado de ACADEMIA DE FUTEBOL ALVI CELESTE, nos anos de 1977/78 e 79; Jaílton e Antônio Carlos, que estiveram na formação da última equipe do Dom Bosco a ser campeão Mato-grossense no ano de 1991, mas que já na década de 1980 eram craques consagrados no nosso futebol e atletas da geração 1990/2000, como Gonçalo, Tide e Ferreirinha fizeram os torcedores presentes viajarem, em suas memórias, no tempo e retornarem à época de ouro, a época do estádio Verdão.

No primeiro tempo, o jogo foi muito bom, mas não houve marcação de gols para nenhum dos lados, mas agradou porque a bola rolou bonita, rente ao gramado,  passes e lançamentos muito bem executados, ainda mais que o bom time do Panelinha colaborou jogando muito bem. 

Já no segundo tempo, os times mantiveram o ritmo e o time do Panelinha, até saiu na frente. Os destaques da partida foram o gol de empate do Dom Bosco, uma tabelinha de cabeça que lembrou um gol do Flamengo contra o Botafogo, em um campeonato carioca. Tita, Luizinho das Arábias e Zico, trocaram passes de cabeça dentro da área do Botafogo, sendo o último toque de Zico colocou a bola no fundo das redes do Fogão. O lance do gol do Dom Bosco foi semelhante, do meio de campo, levantaram uma bola para Roberto Granada que subiu muito e arrumou para um colega [se não me engano, Chê] que vinha de trás, também de cabeça mandar para o fundo do gol do Panelinha. O lance anterior ao gol do Dom Bosco, teve defesa fantástica do goleiro Paulão, em chute colocado de Tide que entraria no ângulo esquerdo do gol do time do bairro Jardim Cuiabá.

No finalzinho do jogo, o Dom Bosco ainda teve a sorte e competência de marcar o gol da virada [não lembro o nome do autor desse gol]. Erasmo Carlos foi o árbitro do jogo e teve boa atuação. Ao final da partida, foi feita uma homenagem ao ex-jogador Zé Carioca, que nos deixou recentemente.

AMISTOSO PELO FUTEBOL AMADOR

Pela Liga Agendão Trivial de Amistosos, o time do Guanabara Esporte Clube não tomou conhecimento do Garra Futebol Clube e aplicou sonora goleada, por 5 a 3, sobre o time cepeaense, no miniestádio José Silva Oliveira/Bife, ex-Campo do Botafogo, no bairro CPA 2.

Comentários Facebook