ALUNOS E POPULAÇÃO CONTRA PPPs NA EDUCAÇÃO

754

Depois de um ano e meio botando a culpa de tudo de errado na administração passada, o atual governo do Estado vai ficando sem desculpas para justificar sua incompetência.

O roubo milionário descoberto recentemente na Secretaria de Estado de Educação e Cultura/SEDUC, escancara para a sociedade a do Estado em relação à educação. Porque a SEDUC tem que realizar obras de construção de escolas, se já existem duas secretarias que podem realizar essa função, que são a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística/SINFRA e a Secretaria de Estado das Cidades/SECID?

Era necessário aumentar o cabidão de emprego para acomodar apaniguados políticos e a Secid foi criada unica e exclusivamente para esse fim, pois a Sinfra realizava e dava conta de todos esses serviços que ficaram na responsabilidade da Secid. Quanto maior a máquina mais dificil para fiscalizar e mais facil para roubar. Os governos acham muito mais comodo mostrarem força contra a população e servidores públicos, como se estes fossem os vilões das muitas crises que assolam o país do que enfrentar os ricos e as grandes empresas que são os grandes sonegadores de impostos e não repatriam o dinheiro roubado todo mundo sabe disso. A única solução que conhecem é aumentar impostos.

As Parceria Púbico Privada nunca foram solução aqui em Mato Grosso, ao contrário disso só causam problemas. A Rede/Cemat privatizada a muitos anos, até hoje funciona a meia boca, na saúde , as Organizações Sociais de Saúde foram só escândalos, uma vergonha mundial.

O Governador do Estado tem que parar de pagar de coitadinho e começar a mostrar serviço, pois até agora não fez mais do que viajar, turismo com o dinheiro do contribuinte.

Comete grave erro ao optar por privatizar a educação, sem antes dialogar com a comunidade estudantil, pais de alunos e professores. Isso fez com que ocorresse informações equivocadas de que com a privatização ocorressem demissões de professores concursados e ingerências em conteúdos pedagógicos. Quando na realidade a parceria seria apenas na parte física das escolas, como reformas, readequações e construções.

Essas parcerias não resolvem os problemas. Não resolveram no setor de energia elétrica, não resolveram na saúde e não resolverão na educação. As empresas só visam lucros. Na verdade o governo que transferir para outros uma responsabilidade que é só sua. Quando terceirizada uma responsabilidade do Estado os profissionais contratados tem dificuldades para garantir seus direitos trabalhistas, ficam vulneráveis. A educação do Estado, que já é uma porcaria, irá sofrer mais ainda com essa privatização.

 

Comentários Facebook